segunda-feira, 12 de novembro de 2007

FIM DO TEMPO



SABE, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos. Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, Sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, Traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, Tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te. II Timóteo 3:1-5

GOVERNADORES e estadistas, homens que ocupam posições de confiança e autoridade, homens e mulheres pensantes de todas as classes, têm fixa a sua atenção nos fatos que se desenrolam em redor de nós. Acham-se a observar as relações tensas e inquietas que existem entre as nações. Observam a intensidade que está tomando posse de todo o elemento terrestre, e reconhecem que algo de grande e decisivo está para ocorrer, ou seja, que o mundo se encontra à beira de uma crise estupenda.pensantes de todas as classes, têm fixa a sua atenção nos fatos que se desenrolam em redor de nós. Acham-se a observar as relações tensas e inquietas que existem entre as nações. Observam a intensidade que está tomando posse de todo o elemento terrestre, e reconhecem que algo de grande e decisivo está para ocorrer, ou seja, que o mundo se encontra à beira de uma crise estupenda.
As condições do mundo mostram que estão iminentes tempos angustiosos. Os jornais diários estão repletos de indícios de um terrível conflito em futuro próximo. Roubos ousados são ocorrência freqüente. As greves são comuns. Cometem-se por toda parte furtos e assassínios. Homens possuídos de demônios tiram a vida a homens, mulheres e crianças. Os homens têm-se enchido de vícios, e espalha-se por toda parte toda espécie de mal .

A CORRUPÇÃO que predomina está além da descrição da pena humana. Cada dia traz novas revelações de conflitos políticos, de subornos e fraudes. Cada dia traz seu doloroso registro de violência e ilegalidade

MIZERIA
Há nas grandes cidades multidões que vivem em pobreza e miséria, quase sem ter alimento, abrigo e roupa, enquanto que nas mesmas cidades há os que possuem mais do que o coração poderia desejar, vivendo no luxo e gastando os seus recursos em casas ricamente mobiliadas, em adornos pessoais, ou pior ainda, na satisfação de apetites sensuais, bebidas, fumo e outras coisas que destroem as faculdades do cérebro, desequilibram a mente e rebaixam a alma. O clamor da humanidade faminta tem subido até Deus. ...
Não há muitos, mesmo entre educadores e estadistas, que compreendam as causas em que se fundamenta o presente estado da sociedade. Os que detêm as rédeas de governo não são capazes de solver o problema da corrupção moral, da pobreza, do pauperismo e da criminalidade crescente. Estão lutando em vão para colocar as operações comerciais em bases mais seguras. Se os homens dessem mais atenção aos ensinos da Palavra de Deus, encontrariam solução para os problemas que os assoberbam.

A NATUREZA DESGOVERNADA

Haverá um tempo de angústia, qual nunca houve, desde que houve nação até àquele tempo
DANIEL, 12: 1
CATÁSTROFES por mar e por terra seguem-se umas às outras em rápida sucessão. Quão freqüentemente ouvimos de terremotos e furacões, de destruição pelo fogo e inundações, com grandes perdas de vidas e propriedades! Aparentemente essas calamidades são caprichosos desencadeamentos de forças da natureza, desorganizadas e desgovernadas, inteiramente fora do controle do homem; mas em todas elas pode ler-se o propósito de Deus. Elas estão entre os instrumentos pelos quais Ele busca despertar a homens e mulheres para que sintam o perigo.

DSLIZAMENTO NAS FILIPINAS
Entre 1500 a 2500 pessoas terão desaparecido no deslizamento de terras que esta manhã soterrou uma aldeia na ilha de Leyte, no centro das Filipinas. As Nações Unidas vão enviar amanhã uma equipa para coordenar os socorros e avaliar a ajuda necessária. Imagens transmitidas pela televisão filipina mostram um mar de lama, que em alguns locais atinge os dez metros de profundidade, no local onde até esta manhã se erguiam mais de 300 habitações e uma escola primária.“A nossa aldeia desapareceu, está tudo enterrado na lama”, afirmou Eugene Pilo, um habitante de Guinsaugon que conseguiu escapar ao colapso da montanha que se erguia junto à localidade.
E haverá em vários lugares grandes terremotos, e fomes e pestilências; haverá também coisas espantosas, LUCAS, 21: 11

O TERREMOTO (o mais intenso do mundo em quatro décadas) e o maremoto que atingiram na madrugada deste domingo o sudeste da Ásia deixaram mais de 20 mil pessoas mortas. Uma série de ondas gigantes – chamadas de tsunami – atingiram oito países asiáticos - Indonésia, Índia, Sri Lanka, ilhas Maldivas, Malásia, Tailândia, Mianmar e Bangladesh -, gerando mortes e destruição. Até a Somália, distante 4.800 km do epicentro do tremor, sentiu os efeitos do terremoto. Os países mais atingidos são Indonésia, Sri Lanka e Índia. A Cruz Vermelha Internacional enviou uma equipe para ajudar no resgate e no atendimento às vítimas. A organização alertou para o risco de disseminação de doenças e de falta de alimentos e de água potável.
"Este pode ser o pior desastre na história recente, porque está afetando tantas áreas costeiras altamente povoadas, tantas comunidades vulneráveis", disse à rede CNN Jan Egeland, da Organização das Nações Unidas (ONU).
Há milhares de feridos e desaparecidos nessa região da Ásia, famosa por ilhas paradisíacas e que estava lotada de turistas na hora do desastre natural. Muitas pessoas foram surpreendidas pelas ondas gigantes quando aproveitavam o domingo de sol na praia. Por toda a região o cenário de devastação se repetia: casas destruídas, carros e barcos arrastados pela força das águas.
FONTES DE PESQUISAS
Beneficência Social, pág.134 e 135
Testemunhos Seletos, vol. 3, pág. 280.
Testimonies, vol. 9, págs. 12 e 13.
Beneficência Social Pág. 173 e 17
Ciêcia do Bom viver Pág. 142
Beneficência Social, pág.135
Profetas e Reis, pág. 277.