quinta-feira, 20 de dezembro de 2007

QUANDO FECHA A PORTA DA GRAÇA ?




HEBREUS, 9 : 6 = Ora, estando estas coisas assim preparadas, a todo o tempo entravam os sacerdotes no primeiro tabernáculo, cumprindo os serviços;

HEBREUS, 9 : 7 = Mas, no segundo, só o sumo sacerdote, uma vez no ano, não sem sangue, que oferecia por si mesmo e pelas culpas do povo;

Cristo cumpri o ritual no santuário no céu e passa para o segundo compartimento no ano de 1844, Cumpre então a profecia de DANIEL até 2300 tardes e manhãs e o santuário será sera purificado DANIEL 8 : 14 Leiam Daniel, 8 : 14 – 27 = para melhor compreender. Este período começou no ano de 457. leia o livro de Esdras.

HEBREUS, 9 : 11 e 12 = Mas, vindo Cristo, o sumo sacerdote dos bens futuros, por um maior e mais perfeito tabernáculo, não feito por mãos, isto é, não desta criação, nem por sangue de bodes e bezerros, mas por seu próprio sangue, entrou uma vez no santuário, havendo efetuado uma eterna redenção.

HEBREUS , 9 : 24 = Porque Cristo não entrou num santuário feito por mãos, figura do verdadeiro, porém no mesmo céu, para agora comparecer por nós perante a face de Deus;

Desde dos tempos de ADÃO cada vez que era sacrificado um cordeiro Jesus sofria

HEBREUS 9 : 26 = De outra maneira, necessário lhe fora padecer muitas vezes desde a fundação do mundo. Mas agora na consumação dos séculos uma vez se manifestou, para aniquilar o pecado pelo sacrifício de si mesmo.

HEBREUS, 9 : 11 e 12 = Mas, vindo Cristo, o sumo sacerdote dos bens futuros, por um maior e mais perfeito tabernáculo, não feito por mãos, isto é, não desta criação, nem por sangue de bodes e bezerros, mas por seu próprio sangue, entrou uma vez no santuário, havendo efetuado uma eterna redenção.

HEBREUS , 9 : 24 = Porque Cristo não entrou num santuário feito por mãos, figura do verdadeiro, porém no mesmo céu, para agora comparecer por nós perante a face de Deus;

VEJA O TRABALHO QUE CRISTO ESTÁ DESEMPENHANDO POR NÓS NO CÉU.

HEBREUS, 8 : 1 e 2 = temos um sumo sacerdote tal, que está assentado nos céus à destra do trono da majestade, Ministro do santuário, e do verdadeiro tabernáculo, o qual o Senhor fundou, e não o homem.

No dia em que cristo terminar esta obra de nosso advogado intercessor examinados e decididos os casos dos que em todos os séculos professaram ser seguidores de Cristo : SÓ ENTÃO a porta da graça será fechada.

Quando a obra de investigação se encerrar, examinados e decididos os casos dos que em todos os séculos professaram ser seguidores de Cristo, então, e somente então, se encerrará o tempo da graça, fechando-se a porta da misericórdia.

MATEUS, 25 : 1 – 13 AS DEZ VIRGENS : "As que estavam preparadas entraram com Ele para as bodas, e fechou-se a porta". Esta Parábola nos conduz através do ministério final do Salvador, ao tempo em que se completará a grande obra para salvação do homem.

Quando Cristo terminar está obra ai e somente, será fechada a porta da graça, quem é justo continua justo, quem é ímpio continua ímpio....

Apocalipse 22.11 Quem é injusto, faça injustiça ainda; e quem está sujo, suje-se ainda; e quem é justo, faça justiça ainda; e quem é santo, seja santificcado ainda.

APOCALIPSE, 15 : 8 E o santuário se encheu de fumaça; procedente da gloria de DEUS e do seu poder, e ninguém podia penetrar no santuário, enquanto não se cumprissem os sete flagelos dos sete anjos.
Apocalipse, 16 - Os sete flagelos

MATEUS 24 : 37 – 39 = COMO NOS DIAS DE NOÉ
Se os antediluvianos tivessem acreditado na advertência, e se houvessem arrependido de suas más ações, o Senhor teria desviado Sua ira, como mais tarde fez em relação a Nínive. Entretanto, pela sua obstinada resistência às reprovações da consciência e advertências do profeta de Deus, aquela geração encheu a medida de sua iniqüidade, e se tornou madura para a destruição.

O temp o de graça dos antidiluvianos estava prestes a expirar. Noé tinha fielmente seguido as instruções que recebera de Deus. A arca estava concluída em todas as suas partes, (Gênesis cap.7). Subitamente veio silêncio sobre a turba zombadora. Animais de toda a espécie, os mais ferozes bem como os mais mansos, foram vistos vindo das montanhas e florestas, e encaminhando-se silenciosamente para a arca. Ouviu-se o rumor de um vento impetuoso, e eis que aves estavam a ajuntar-se de todos os lados, escurecendo-se o céu pela sua quantidade; e em perfeita ordem passaram para a arca. Os animais obedeciam ao mandado de Deus, guiados por santos anjos, "entraram de dois em dois para Noé na arca" (Gên. 7:9), e os animais limpos em porções de sete. O mundo olhava com admiração, e alguns com medo. Foram chamados filósofos para explicarem a singular ocorrência, mas em vão. Era um mistério que eles não podiam penetrar. Mas os homens se haviam tornado tão endurecidos pela sua persistente rejeição da luz, que mesmo esta cena não produziu senão uma impressão momentânea.

DEUS ORDENOU A NOÉ: "Entra tu e toda a tua casa na arca, porque te hei visto justo diante de Mim, nesta geração." Gên. 7:1. A advertência de Noé tinha sido rejeitada pelo mundo, mas de sua influência e exemplo resultaram bênçãos para a sua família. Como recompensa de sua fidelidade e integridade, Deus salvou com ele todos os membros de sua família. Que animação para a fidelidade paternal! A misericórdia havia cessado os seus rogos pela raça culpada. . Noé e sua casa estavam dentro da arca; "e o Senhor A fechou a pesada porta, por fora". GÊN. 7:16. A porta maciça, que era impossível àqueles que dentro estavam fechar, girou vagarosamente ao seu lugar por meio de mãos invisíveis. Noé ficou encerrado, e os que rejeitaram a misericórdia de Deus, excluídos. O selo do Céu estava naquela porta; Deus a havia fechado, e somente Deus a poderia abrir. Assim, quando Cristo terminar Sua intercessão pelo homem culpado, antes de Sua vinda nas nuvens do céu, fechar-se-á a porta da misericórdia. (Patriarcas e Profetas pág.98)

MATEUS 25 : 1 – 13 = AS DEZ VIRGENS : "As que estavam preparadas entraram com Ele para as bodas, e fechou-se a porta". Esta Parábola nos conduz através do ministério final do Salvador, ao tempo em que se completará a grande obra para salvação do homem. E o fechamento da porta da graça...

O QUE ACONTECE QUANDO CESSAR A INTERCESSÃO DE CRISTO POR NÓS NO SANTUÁRIO CELESTIAL: E ELE SAIR DO SANTUÁRIO.

APOCALIPSE, 15 : 8 E o santuário se encheu de fumaça; procedente da gloria de DEUS e do seu poder, e ninguém podia penetrar no santuário, enquanto não se cumprissem os sete flagelos dos sete anjos
Apocalipse 22.11
Quem é injusto, faça injustiça ainda; e quem está sujo, suje-se ainda; e quem é justo, faça justiça ainda; e quem é santo, seja santificcado ainda.

terça-feira, 11 de dezembro de 2007

SIMBOLISMO DE PROSTITUTA NA BÍBLIA


A prostituta do livro de Apocalipse 17, é identificada nas profecias do velho testamento como a infidelidade do povo de Israel, a qual foi comparada a uma prostituta. “A cidade de Jerusalém era fiel a Deus, mas agora está agindo como uma prostituta”. (Isaias 1:21). “Todos os seus ídolos farei uma assolação; porque pelo salário de prostituta os ajuntou, e em salário de prostituta se tornarão.” (Miquéias, 1:7).

“Vocês praticam imoralidade na adoração aos deuses” (Jeremias 2:20). “Eu me divorciei de Israel porque ele me abandonou e virou prostituta, mas Judá, ela também virou prostituta, ela cometeu adultério, adorando pedras e arvores.” (Jeremias 3:8 e 9). “Você correu atrás dos Assírios, você foi prostituta deles, você serviu de prostituta dos Babilônicos, você fez tudo isto como uma prostituta sem vergonha.” (Ezequiel, 16: 28-30). “Profanaram meu templo, e quebraram o Sábado que eu havia mandado guardar.” (Ezequiel, 23:38).

O escritor do livro de Apocalipse, era um profundo conhecedor das profecias e dos escritos proféticos do velho testamento. Nos textos acima citados, podemos observar a figura de prostitutas para representar a apostasia de Israel na adoração dos ídolos (deuses) das nações vizinhas...

No capítulo 14 do Apocalipse, o primeiro anjo é seguido por um segundo anjo que proclama: "Caiu, caiu Babilônia, aquela grande cidade, que a todas as nações deu a beber do vinho da ira da sua prostituição." (Apoc. 14:8). O termo "Babilônia" é derivado de "Babel" e significa confusão. É empregado nas Escrituras para designar as várias formas de religião falsa ou apóstata. Em Apocalipse capítulo 17, Babilônia é representada por uma mulher, figura que a Bíblia usa como símbolo de igreja, sendo uma mulher virtuosa a igreja pura, e uma mulher desprezível, a igreja apóstata.

Nas Escrituras, o caráter sagrado e permanente da relação entre Cristo e Sua igreja é representado pela união matrimonial. O Senhor uniu a Si o Seu povo, por meio de um concerto solene, prometendo-lhe ser seu Deus, enquanto o povo se comprometia a ser unicamente dele. Disse o Senhor: "E desposar-te-ei comigo para sempre; desposar-te-ei comigo em justiça, e em juízo, e em benignidade, e em misericórdias." (Osé. 2:19). E em outro lugar: "Eu vos desposarei." (Jer. 3:14). E Paulo emprega a mesma figura no Novo Testamento, quando diz: "Porque vos tenho preparado para vos apresentar como uma virgem pura a um marido, a saber, Cristo." (II Cor. 11:2)

A infidelidade da igreja para com Cristo, permitindo que sua confiança e afeição dele se desviem, e consentindo que o amor às coisas mundanas ocupe a alma é comparada com a violação do voto conjugal. O pecado de Israel, afastando-se do Senhor, é apresentado sob esta figura; e o maravilhoso amor de Deus, que assim desprezam é descrito de maneira tocante em alguns trechos: "Dei-te juramento, e entrei em concerto contigo, diz o Senhor Jeová, e tu ficaste sendo Minha." "E foste formosa em extremo, e foste próspera, até chegares a ser rainha. E correu a tua fama entre as nações, por causa da tua formosura, pois era perfeita, por causa da Minha glória que Eu tinha posto sobre ti. Mas confiaste na tua formosura, e te corrompeste por causa da tua fama." "Como a mulher que se aparta do seu companheiro, assim tu fizeste comigo, ó casa de Israel, diz o Senhor. "Como a mulher adúltera que, em lugar de seu marido, recebe os estranhos." (Ezequiel. 16:8, 13-15 e 32; Jer. 3:20.

No Novo Testamento, expressão muito semelhante é dirigida aos professos cristãos que buscam a amizade do mundo, em lugar da amizade e amor de Deus.
Diz o apóstolo Tiago: ”Adúlteros e adúlteras, não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus.” Tiago 4:4


Fonte de Pesquiza
Grande Conflito Pág. 382

segunda-feira, 12 de novembro de 2007

FIM DO TEMPO



SABE, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos. Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, Sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, Traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, Tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te. II Timóteo 3:1-5

GOVERNADORES e estadistas, homens que ocupam posições de confiança e autoridade, homens e mulheres pensantes de todas as classes, têm fixa a sua atenção nos fatos que se desenrolam em redor de nós. Acham-se a observar as relações tensas e inquietas que existem entre as nações. Observam a intensidade que está tomando posse de todo o elemento terrestre, e reconhecem que algo de grande e decisivo está para ocorrer, ou seja, que o mundo se encontra à beira de uma crise estupenda.pensantes de todas as classes, têm fixa a sua atenção nos fatos que se desenrolam em redor de nós. Acham-se a observar as relações tensas e inquietas que existem entre as nações. Observam a intensidade que está tomando posse de todo o elemento terrestre, e reconhecem que algo de grande e decisivo está para ocorrer, ou seja, que o mundo se encontra à beira de uma crise estupenda.
As condições do mundo mostram que estão iminentes tempos angustiosos. Os jornais diários estão repletos de indícios de um terrível conflito em futuro próximo. Roubos ousados são ocorrência freqüente. As greves são comuns. Cometem-se por toda parte furtos e assassínios. Homens possuídos de demônios tiram a vida a homens, mulheres e crianças. Os homens têm-se enchido de vícios, e espalha-se por toda parte toda espécie de mal .

A CORRUPÇÃO que predomina está além da descrição da pena humana. Cada dia traz novas revelações de conflitos políticos, de subornos e fraudes. Cada dia traz seu doloroso registro de violência e ilegalidade

MIZERIA
Há nas grandes cidades multidões que vivem em pobreza e miséria, quase sem ter alimento, abrigo e roupa, enquanto que nas mesmas cidades há os que possuem mais do que o coração poderia desejar, vivendo no luxo e gastando os seus recursos em casas ricamente mobiliadas, em adornos pessoais, ou pior ainda, na satisfação de apetites sensuais, bebidas, fumo e outras coisas que destroem as faculdades do cérebro, desequilibram a mente e rebaixam a alma. O clamor da humanidade faminta tem subido até Deus. ...
Não há muitos, mesmo entre educadores e estadistas, que compreendam as causas em que se fundamenta o presente estado da sociedade. Os que detêm as rédeas de governo não são capazes de solver o problema da corrupção moral, da pobreza, do pauperismo e da criminalidade crescente. Estão lutando em vão para colocar as operações comerciais em bases mais seguras. Se os homens dessem mais atenção aos ensinos da Palavra de Deus, encontrariam solução para os problemas que os assoberbam.

A NATUREZA DESGOVERNADA

Haverá um tempo de angústia, qual nunca houve, desde que houve nação até àquele tempo
DANIEL, 12: 1
CATÁSTROFES por mar e por terra seguem-se umas às outras em rápida sucessão. Quão freqüentemente ouvimos de terremotos e furacões, de destruição pelo fogo e inundações, com grandes perdas de vidas e propriedades! Aparentemente essas calamidades são caprichosos desencadeamentos de forças da natureza, desorganizadas e desgovernadas, inteiramente fora do controle do homem; mas em todas elas pode ler-se o propósito de Deus. Elas estão entre os instrumentos pelos quais Ele busca despertar a homens e mulheres para que sintam o perigo.

DSLIZAMENTO NAS FILIPINAS
Entre 1500 a 2500 pessoas terão desaparecido no deslizamento de terras que esta manhã soterrou uma aldeia na ilha de Leyte, no centro das Filipinas. As Nações Unidas vão enviar amanhã uma equipa para coordenar os socorros e avaliar a ajuda necessária. Imagens transmitidas pela televisão filipina mostram um mar de lama, que em alguns locais atinge os dez metros de profundidade, no local onde até esta manhã se erguiam mais de 300 habitações e uma escola primária.“A nossa aldeia desapareceu, está tudo enterrado na lama”, afirmou Eugene Pilo, um habitante de Guinsaugon que conseguiu escapar ao colapso da montanha que se erguia junto à localidade.
E haverá em vários lugares grandes terremotos, e fomes e pestilências; haverá também coisas espantosas, LUCAS, 21: 11

O TERREMOTO (o mais intenso do mundo em quatro décadas) e o maremoto que atingiram na madrugada deste domingo o sudeste da Ásia deixaram mais de 20 mil pessoas mortas. Uma série de ondas gigantes – chamadas de tsunami – atingiram oito países asiáticos - Indonésia, Índia, Sri Lanka, ilhas Maldivas, Malásia, Tailândia, Mianmar e Bangladesh -, gerando mortes e destruição. Até a Somália, distante 4.800 km do epicentro do tremor, sentiu os efeitos do terremoto. Os países mais atingidos são Indonésia, Sri Lanka e Índia. A Cruz Vermelha Internacional enviou uma equipe para ajudar no resgate e no atendimento às vítimas. A organização alertou para o risco de disseminação de doenças e de falta de alimentos e de água potável.
"Este pode ser o pior desastre na história recente, porque está afetando tantas áreas costeiras altamente povoadas, tantas comunidades vulneráveis", disse à rede CNN Jan Egeland, da Organização das Nações Unidas (ONU).
Há milhares de feridos e desaparecidos nessa região da Ásia, famosa por ilhas paradisíacas e que estava lotada de turistas na hora do desastre natural. Muitas pessoas foram surpreendidas pelas ondas gigantes quando aproveitavam o domingo de sol na praia. Por toda a região o cenário de devastação se repetia: casas destruídas, carros e barcos arrastados pela força das águas.
FONTES DE PESQUISAS
Beneficência Social, pág.134 e 135
Testemunhos Seletos, vol. 3, pág. 280.
Testimonies, vol. 9, págs. 12 e 13.
Beneficência Social Pág. 173 e 17
Ciêcia do Bom viver Pág. 142
Beneficência Social, pág.135
Profetas e Reis, pág. 277.

sábado, 10 de novembro de 2007

PREGADORES DESPREPARADOS

Estamos vivendo as cenas finais destes perigosos tempos. O Senhor previu a incredulidade que agora prevalece em relação a Sua volta, e repetidamente Ele nos têm dado advertências em Sua Palavra de que este acontecimento será inesperado. O grande dia virá como um laço "sobre todos os que habitam na face de toda a Terra".(Luc. 21:35). E Lucas profere estas animadoras palavras: "Mas vós, irmãos, já não estais em trevas, para que aquele dia vos surpreenda como um ladrão." I Tess. 5:4

PREGADORES DESPREPARADOS ...... CONTADORES DE FÁBULAS“

Lembrar-se-ão os nossos irmãos de que vivemos em meio aos perigos dos últimos dias?. É importante ler Apocalipse comparando com Daniel. Ensinai essas coisas. Sejam os discursos curtos, espirituais e elevados. Há longos e arrastados discursos grandemente compostos de narrativas, de anedotas; mas o coração dos ouvintes não é tocado. Pode ser que os sentimentos de alguns sejam tocados, podem derramar algumas lágrimas, mas seu coração não foi tocado. Que esteja o pregador cheio da Palavra do Senhor. Cada homem que vai ao púlpito, tem anjos do Céu em seu auditório. Há palestra comum e barata; atitudes grotescas, contorções das feições. Alguns são fluentes, outros de enunciação pesada, indistinta. Todo aquele que ministra diante do povo, deve sentir ser seu solene dever controlar-se. Primeiro deve entregar-se completamente ao Senhor numa inteira renúncia própria, determinando não ter nada de si mesmo, mas tudo de Jesus.”“Quando o orador, de maneira descuidada se intromete em qualquer parte, tomado pela fantasia, quando fala de política ao povo, está misturando fogo comum com o fogo sagrado, ele desonra a Deus. Não tem verdadeira evidência de Deus de que esteja falando a verdade. Comete para com seus ouvintes um grave mal. Pode plantar sementes que poderão lançar bem fundo suas fibrosas raízes, e elas brotam dando um fruto venenoso. Como ousam os homens fazer isso? Como ousam adiantar idéias quando não sabem com certeza de onde vieram, ou se são a verdade ?”“Tem havido uns e outros que, estudando a Bíblia, julgaram descobrir grande luz, e teorias novas, mas não têm sido corretas. As Escrituras são todas verdades, mas por aplicarem-nas mal, homens chegam a erradas conclusões.”A Bíblia é bem clara . Deus disse foi assim, cabe você aceitar ou não. A origem de Jesus foi assim foi assim... Mateus 1:18 (Bíblia de Jerusalém ) Você aceita ou não? Deus não vai lhe perguntar porque. Deus disse a Moisés: “...vai ao povo e diz quem eu sou, e nada mais! Eu sou o que sou!” Êxodo 3:14. Deus não vai lhe dar explicações, foi assim. “Eu sou o que sou” Êxodo 3:14. vai e diz ao povo eu sou me enviou...Temos que aceitar as profecias Bíblicas como a mais pura verdade vinda de Deus, e Deus é amor, pode examinar a Bíblia de Gênesis a Apocalipse, tudo foi escrito para orientar-nos nesta caminhada para a Canaã celestial.


FONTE DE PESQUISA

Conselhos Sobre Educação pág.115

Testemunhos Para ministros pág. 339

Testemunho para Ministros e Obreiros evangelistas, Pág. 337 á 339

Mensagens escolhidas pág 102

sexta-feira, 26 de outubro de 2007

O SÁBADO E A LEI NO NOVO TESTAMENTO


Porque o Filho do homem até do sábado é o Senhor. MAT.12:8

Orai para que a vossa fuga não suceda no inverno nem no sábado; Mat. 24:20

No fim do sábado, quando já despontava o primeiro dia da semana, Maria Madalena e a outra Maria foram ver o sepulcro. Lucas, 23 : 55 e 56

E eis que houvera um grande terremoto; pois um anjo do Senhor descera do céu e, chegando-se, removera a pedra e estava sentado sobre ela. O seu aspecto era como um relâmpago, e as suas vestes brancas como a neve. Mat. 28:1-3

Entraram em Cafarnaum; e, logo no sábado, indo ele à sinagoga, pôs-se a ensinar. Marcos 1:21

E prosseguiu: O sábado foi feito por causa do homem, e não o homem por causa do sábado. Pelo que o Filho do homem até do sábado é Senhor.
Marcos, 2:27 e 28

Então lhes perguntou: É lícito no sábado fazer bem, ou fazer mal? salvar a vida ou matar? Eles, porém, se calaram. Marcos, 3:4

Ora, chegando o sábado, começou a ensinar na sinagoga; e muitos, ao ouví-lo, se maravilhavam, dizendo: Donde lhe vêm estas coisas? e que sabedoria é esta que lhe é dada? e como se fazem tais milagres por suas mãos? Marcos 6:2

Ao cair da tarde, como era o dia da preparação, isto é, a véspera do sábado. Marcos, 15:42

Ora, passado o sábado, Maria Madalena, Maria, mãe de Tiago, e Salomé, compraram aromas para irem ungi-lo. Marcos, 16:1

Chegando a Nazaré, onde fora criado; entrou na sinagoga no dia de sábado, segundo o seu costume, e levantou-se para ler. Lucas, 4:16
Então desceu a Cafarnaum, cidade da Galiléia, e os ensinava no sábado. Lucas 4:31

Jesus estava ensinando numa das sinagogas no sábado. Lucas 13:10

Era o dia da preparação, e ia começar o sábado. Lucas 23:54

Tendo Paulo e seus companheiros navegado de Pafos, chegaram a Perge, na Panfília. João, porém, apartando-se deles, voltou para Jerusalém.

Mas eles, passando de Perge, chegaram a Antioquia da Psídia; e entrando na sinagoga, no dia de sábado, sentaram-se. Atos 13:13 e 14

Quando iam saindo, rogavam que estas palavras lhes fossem repetidas no sábado seguinte. No sábado seguinte reuniu-se quase toda a cidade para ouvir a palavra de Deus. Atos 13 : 42 e 44

Porque Moisés, desde tempos antigos, tem em cada cidade homens que o preguem, e cada sábado é lido nas sinagogas. Atos 15:21

E dali para Filipos, que é a primeira cidade desse distrito da Macedônia, e colônia romana; e estivemos alguns dias nessa cidade. No sábado saímos portas afora para a beira do rio, onde julgávamos haver um lugar de oração e, sentados, falávamos às mulheres ali reunidas. Atos 16:12 e 13

Ora, Paulo, segundo o seu costume, foi ter com eles; e por três sábados discutiu com eles as Escrituras. Atos 17:2

Ele discutia todos os sábados na sinagoga, e persuadia a judeus e gregos.
Atos 18:4

MANDAMENTOS

Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda, esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele. João 14:21

De modo que a lei é santa, e o mandamento santo, justo e bom. ROMANOS 7:12

Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor; do mesmo modo que eu tenho guardado os mandamentos de meu Pai, e permaneço no seu amor. João 15:10

E nisto sabemos que o conhecemos; se guardamos os seus mandamentos. Aquele que diz: Eu o conheço, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade; 1º João 2:3 e 4

Nisto conhecemos que amamos os filhos de Deus, se amamos a Deus e guardamos os seus mandamentos. Porque este é o amor de Deus, que guardemos os seus mandamentos; e os seus mandamentos não são penosos. 1º João 5:2 e 3

E o amor é este: que andemos segundo os seus mandamentos. Este é o mandamento, como já desde o princípio ouvistes, para que nele andeis. 2º João 1:6

E o dragão irou-se contra a mulher, e foi fazer guerra aos demais filhos dela, os que guardam os mandamentos de Deus, e mantêm o testemunho de Jesus. Apocalipse 12:17

Aqui está a perseverança dos santos, daqueles que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus. Apocalipse 14:12

LEI DE DEUS

Não penseis que vim destruir a lei ou os profetas; não vim destruir, mas cumprir. Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, de modo nenhum passará da lei um só i ou um só til, até que tudo seja cumprido. MATEUS 5:17 e 18

Porém, mais fácil passar o céu e a terra do que cair um til da lei. Lucas 16:17
Porque a lei foi dada por meio de Moisés; a graça e a verdade vieram por Jesus Cristo. JOÃO 1:16

Felipe achou a Natanael, e disse-lhe: Acabamos de achar aquele de quem escreveram Moisés na lei, e os profetas: Jesus de Nazaré, filho de José. JOÃO 1:45

Vós, que recebestes a lei por ordenação dos anjos, e não a guardastes. ATOS 7:53

Tu, que te glorias na lei, desonras a Deus pela transgressão da lei. ROMANOS 2:23

Anulamos, pois, a lei pela fé? De modo nenhum; antes estabelecemos a lei. ROMANOS 3:31

Ou ignorais, irmãos (pois falo aos que conhecem a lei), que a lei tem domínio sobre o homem por todo o tempo que ele vive? ROMANOS 7:1

Que diremos pois? É a lei pecado? De modo nenhum. Contudo, eu não conheci o pecado senão pela lei; porque eu não conheceria a concupiscência, se a lei não dissesse: Não cobiçarás. ROMANOS 7:7

Porque, segundo o homem interior, tenho prazer na lei de Deus; ROMANOS 7:22

Pois qualquer que guardar toda a lei, mas tropeçar em um só ponto, tem-se tornado culpado de todos. TIAGO 2:10

quinta-feira, 25 de outubro de 2007

A JORNADA


"Certamente a tua bondade e o teu amor, ficarão comigo enquanto eu viver, e na tua casa, ó Senhor, morarei todos os dias da minha vida. Salmo, 23 : 6 (b.l.h)

A promessa – a bondade e misericórdia. O Senhor é uma fonte inesgotável desses recursos.
O modo como elas estão à disposição – não somente estão ao meu dispor quando precisar, elas me seguem e me perseguem.
A continuidade – por toda a minha vida.
A constância – todos os dias de minha vida sem que um dia sequer falte tal provisão.
A certeza – o cuidado do Senhor por sua vida jamais faltaria em momento algum de sua vida.
O fim – a habitação na casa do Senhor. Davi era rei e sabia o que significava viver em um palácio.

Mas, para ele, viver na casa do Senhor ainda era maior do que qualquer coisa que ele pudesse ter construído em vida.
Existem momentos na vida em que parece que Deus está distante? Como conciliar estas situações com a expressão "bondade e misericórdia me seguirão todos os dias?
"O Senhor guarda a todos os que O amam" Salmo 145:20. Deus Se importa com os detalhes da sua vida. Como um Pastor, Ele providenciará para as suas necessidades futuras. Não sabemos o que o futuro está guardando para nós, mas conhecemos aquele que está guardando o nosso futuro. Sabemos que Deus está no controle, que Ele nos ama e quer nos ajudar.

Davi teve muitas dificuldades ao longo da sua vida. E mesmo em face de tais situações ele tinha certeza de que a bondade do Senhor o seguia. De modo geral, temos dificuldade para enxergar a bondade de Deus quando estamos no meio de uma tragédia. Não conseguimos sentir a Sua misericórdia. Às vezes, parece que a bondade de Deus está escondida. Mas a verdade é que, mesmo nas piores condições, Deus pode daí retirar alguma bondade para a nossa vida.

A bondade e a misericórdia me seguirão. O termo "seguirão" pode ser mais bem compreendido como "perseguirão". De fato não é apenas algo passivo que está ao nosso alcance, aguardando o dia em que precisemos dessas dádivas. Elas estão ativamente em ação, o que pode sugerir os cães ou os servos que iam atrás do rebanho, impedindo que ele se dispersasse, ou que alguma ovelha fugisse. É a misericórdia de Deus e a Sua bondade que nos mantém no caminho e conectados ao rebanho. "Passando em revista, não os capítulos escuros de nossa existência e sim as provas da grande misericórdia e amor indizível de Deus, havemos de achar mais motivo para expandir-nos em louvores do que em queixas. Havemos de discorrer sobre a terna fidelidade de Deus como o Pastor legítimo, benigno e compassivo de Seu rebanho, acerca do qual Ele mesmo disse que ninguém poderia arrebatar de Suas mãos. A nossa linguagem não se manifestará, então, em murmurações egoístas e descontentamentos, mas em expressões de louvor que brotarão dos lábios dos verdadeiros crentes de Deus como correntes de águas cristalinas"
Por outro lado, a misericórdia também estará à nossa disposição. Quando? A cada manhã Lamentações 3:23. “Elas se renovaram todas as manhãs” É digno de nota que em um livro o qual chamamos de Lamentações há uma lembrança do que pode fazer-nos reerguer: a bondade e a misericórdia do Senhor! A misericórdia é a graça em ação. Somos imperfeitos, caímos, tropeçamos e cometemos erros. Sem a misericórdia divina, as nossas culpas nos sufocariam. O problema é que não nos apropriamos desse maná (a comida que alimentou o povo de Israel em sua jornada à Terra Prometida) que diariamente nos é oferecido para que cheguemos à Canaã celestial.
E isso não acontece em apenas alguns dias, mas todos os dias. Jesus é apresentado no evangelho narrado por Mateus como Emanuel (Deus conosco) e, ao final, apresenta Jesus afirmando que estará conosco até a consumação dos séculos. A misericórdia nos seguirá todos os dias. A presença de Cristo em nossa vida é o nosso seguro. É a bondade e a misericórdia de Deus que nos mantém no Seu rebanho.

Quando estabelecemos nossos planos, estes levam em conta o fato de que estamos nos preparando para viver com o Senhor para sempre? O que significa viver a esperança de "habitar na casa do Senhor" em relação à família, à igreja, ao trabalho ou aos amigos?
"e habitarei na casa do Senhor para sempre." Esta é uma das conjunções de ligação mais importantes na Bíblia. Ela conecta ontem e hoje com amanhã. Não podemos deixar de perceber o crescendo destes últimos versos. Deus tem uma vida cheia de significado planejada para você em que, certamente, bondade e misericórdia o seguirão, mas não pára por aí! Davi termina o salmo dizendo: "Nós estamos a caminho da Nova Jerusalém!" Jesus guarda o melhor para o fim. O melhor ainda está por vir! A volta de Jesus sempre teve uma conotação especial para os adventistas. É preciso reviver diariamente o desejo de estar diante do Senhor para todo o sempre. "Quando tivermos mais profunda apreciação pela misericórdia e benignidade de Deus, louvá-Lo-emos, em vez de queixar-nos. Falaremos da amorável vigilância do Senhor, da terna compaixão do Bom Pastor. A linguagem do coração não será de murmuração egoísta e descontentamento. Qual límpida e abundante corrente, brotará o louvor dos verdadeiros crentes. Dirão: A bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na casa do Senhor por longos dias’. Salmo 23:6"

Fontes de pesquizas
Testemunhos Seletos, v. 3, pág. 33.
Filhos e Filhas de Deus, pág. 198
.

segunda-feira, 15 de outubro de 2007

A AMARGURA É CEGA


"Preparas um banquete para mim, onde os meus inimigos me podem ver. Tu me recebes como convidado de honra e enches o meu copo até derramar." Salmo, 23:5 ( B.L.H)

O que fazer quando as pessoas me machucam? Qual tem sido minha reação quando alguém me causa mágoa? O que fazer quando nos sentimos magoados por algo que alguém nos fez?O Senhor põe uma mesa. Isto significa que o Senhor pode colocar em Sua "mesa" muito mais bênçãos que qualquer mal que alguém pode causar a você. Ele o honrará, se você se colocar em Suas mãos. Enquanto nos banquetearmos do mal que possamos fazer a quem nos machuca, estaremos apenas destruindo a nós mesmos. "Ficar desgostoso e amargurado é loucura, é falta de juízo, que leva à morte" jó 5:2, (B.L.H) O ressentimento nunca fere a outra pessoa; ele somente fere a nós mesmos. A outra pessoa pode nem estar sabendo que causou algum ressentimento. De fato, as pessoas podem até fazer ou dizer coisas das quais não gostamos, mas elas só nos magoarão se permitirmos. "Com a sua raiva, você só está se ferindo" Jó 18:4, (B.L.H) Martin Luther King, defensor dos direitos humanos nos EUA, afirmou: "A amargura é cega." Por anos, os afro-descendentes norte-americanos foram escravizados e humilhados, mas não podiam deixar que essa dor os cegasse naquele momento em que lutavam por seus direitos. Existem pessoas que só conseguem enxergar o lado ruim das coisas. Deus quer até mesmo tornar as situações mais desagradáveis de nossa vida em algo bom e que coopere para o nosso próprio bem Romanos, 8:28. Se eu estiver amargurado, não conseguirei enxergar essa verdade. Nunca seremos curados das nossas mágoas e ressentimentos se não recebermos o perdão de Deus através de Jesus Cristo, para então poder oferecer perdão às outras pessoas.

Se o perdão é uma necessidade, outra coisa que precisamos aprender é que a vingança pertence ao Senhor. “Meus queridos irmãos, nunca se vingue de ninguém; pelo contrario, deixem que seja Deus quem dê o castigo. Pois as Escrituras Sagradas dizem: eu me vingarei eu acertarei contas com eles, diz o Senhor” Romanos, 12:19.B.L.H Devemos pagar o mal que nos fizeram com o bem Deixemos que Deus nos honre diante daqueles que nos causam mágoas. Deixemos para Deus o castigo e o juízo. Quando Jesus afirmou que o joio e o trigo permaneceriam juntos até a sega, isto deveria nos fazer entender que não somos agentes do juízo, mas ministros da reconciliação. O problema é que, em muitos casos, colocamos tantas expectativas sobre os outros que eles nos decepcionam. "Eu esperava isso de qualquer um, menos de você!" "Não poderei jamais perdoar o que você fez comigo!" Estas são frases comuns que demonstram quanto nossas expectativas frustradas podem nos aprisionar. Ao invés de nos alimentarmos do ódio e do rancor, devemos nos alimentar do perdão e da paz que o Senhor coloca diante de nós.

O Senhor unge a nossa cabeça com óleo. Os pastores derramavam óleo sobre a cabeça das ovelhas por duas razões: para aliviar e curar. As ovelhas têm verdadeiro pavor de mosquitos. No verão, eles penetram nas narinas da ovelha e botam ovos. As pequenas larvas incomodam tremendamente, e não há nada que a ovelha possa fazer para se livrar delas. O pastor, então, misturava óleo com sulfa e ungia a cabeça da ovelha, o que agia como repelente. O óleo também era usado para tratar as feridas abertas. Além de formar uma camada protetora sobre o ferimento, tinha um efeito suavizante. Em outras palavras, o Pastor nos protege daquelas coisas que nos irritam, que nos tiram do sério e alivia o nosso sofrimento.

O meu cálice transborda. Um cálice transbordante é símbolo de plenitude. Equivale a dizer: "Tenho tudo de que preciso." Na região deserta do Oriente Médio, quando um copo transbordava ou era porque houve algum descuido ou porque havia água (ou vinho) de sobra.Há um costume no Oriente Médio em relação a visitas. A primeira coisa que é oferecida é um copo com água ou vinho. Enquanto o anfitrião mantém seu copo abastecido, significa que a sua permanência é bem-vinda. Mas, no momento em que ele deixa o seu copo esvaziar, significa que o tempo acabou. É hora de terminar a visita. Um copo transbordante era símbolo de que a visita poderia ficar o quanto quisesse. Significava que aquela pessoa era especial.

quarta-feira, 10 de outubro de 2007

O VALE DAS SOMBRAS

"Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal nenhum, porque Tu estás comigo; o Teu bordão e o Teu cajado me consolam" Salmo 23:4

Em Israel existe, literalmente, um Vale da Sombra da Morte. É um desfiladeiro íngreme, profundo e estreito. A luz solar só atinge a sua base quando se encontra diretamente acima do vale, ao meio-dia. No restante do dia, o fundo desse vale permanece na sombra. Davi, provavelmente, passou com seu rebanho por esse vale da sombra da morte durante a juventude. Na Bíblia, o termo vale também é usado com referência aos tempos difíceis da nossa vida. Josué menciona o Vale da Calamidade. O Salmo 84 menciona o Vale das Lágrimas. Oséias menciona o Vale da Aflição. Em hebraico, essa expressão usada por Davi significa, na realidade, o Vale da Escuridão Profunda.
Mas se, em vez de olhar para baixo, às dificuldades, você fixar o olhar em cima, não haverá de desfalecer no caminho e logo verá que Jesus estende a mão para ajudar. Você só terá então de dar-Lhe a mão em singela confiança e deixar que Ele o guie. Ao se tornar confiante, aumentará sua esperança. ...
"Você achará ajuda em Cristo para a formação de um caráter firme, simétrico e belo. Satanás não pode tornar de nenhum efeito a luz que irradia de um caráter assim. Deus nos deu Seu melhor dom, sim, Seu Filho unigênito, para, revestindo-nos de Sua própria perfeição de caráter, elevar-nos, enobrecer-nos e habilitar-nos para o lar em Seu reino" Mensagens aos Jovens, p. 63, 64

Do que devemos nos lembra ao passarmos por um vale?

Os vales são inevitáveis. Ao longo da vida, teremos nossos momentos de aflições. Jesus afirmou isso. "No mundo, passais por aflições" João 16:33. Não precisamos nos surpreender quando alguma coisa acontecer, perder a esperança ou acreditar que Deus não nos ama.

Os vales são imprevisíveis. Podemos passar por um vale sem que nada aconteça, mas também, de repente, uma pedra ou um animal feroz, um aguaceiro repentino ou um ladrão podem surgir. Não há como planejar quando acontecerão as dificuldades. Mas podemos nos preparar para esses eventos. Acho interessante aquelas reportagens que apresentam as pessoas tomando providências para enfrentar os furacões. Há regiões em que se tem uma estação de furacões e tornardos. A questão não é se surgirão ou não, mas se as pessoas estarão preparadas para enfrentá-los quando aparecerem.

Os vales são imparciais. Eles simplesmente fazem parte do caminho. A maldade ou a bondade de cada pessoa não tornará o terreno mais acidentado ou menos perigoso. A Bíblia deixa claro que coisas boas acontecem para pessoas más e, outras vezes, coisas más acontecem para pessoas boas. Os vales são imparciais. Não importa quão bom ou mau seja você. Jesus declarou: "Porque Ele faz nascer o Seu sol sobre maus e bons e vir chuvas sobre justos e injustos" Mateus 5:45 A diferença não está no vale, mas ao fim do caminho.

Os vales são temporários. As ovelhas não permaneciam nesse vale, apenas passavam por ele. Alguém certa vez disse: "A pior hora de todas tem 60 minutos como qualquer outra". O vale não é o nosso destino, nem o nosso posto de permanência por toda a vida. Assim como a aflição chega, ela passará. "Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós eterno peso de glória, acima de toda comparação" II Corintios 4:17

Os vales não são incidentais. Por vezes, precisamos entender que acima de tudo o que acontece em nossa vida há um Deus que nos guia, que está ao nosso lado na hora da provação. O vale pode ser uma grande experiência de aprendizado em nossa vida a fim de que o propósito de Deus seja alcançado em nossa vida e na daqueles a quem amamos.

Qual deve ser a nossa atitude quando precisarmos passar por algum vale escuro em nossa vida?

"Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal nenhum, porque tu estás comigo; o teu bordão e o teu cajado me consolam" Salmo 23:4. De fato, em muitas ocasiões, não podemos mudar o curso do caminho, mas podemos mudar nossas atitudes enquanto caminhamos.

Às vezes, um problema de relacionamento familiar não pode ser mudado, mas podemos mudar a nossa forma de encarar a situação, e isso faz toda a diferença. A diferença para o cristão não é a ausência do vale, mas a presença do Pastor. Deus está conosco.
Para vencermos nossos vales, a primeira atitude que devemos desenvolver é a de manter o ânimo. Diante das aflições, Jesus disse que não devemos desanimar. Ele venceu para que pudéssemos ser vencedores. A segunda atitude a desenvolver é a certeza de que Deus está ao nosso lado. Recordo-me de uma história de alguém em seu leito de morte mantinha uma cadeira "vazia" ao seu lado. Quando perguntavam o porquê dessa atitude, ele afirmava que ali era o lugar de Jesus. Ele tinha certeza da Sua presença e isto o confortou em sua pior hora. "Quando passares pelas águas, Eu serei contigo; quando, pelos rios, eles não te submergirão; quando passares pelo fogo, não te queimarás, nem a chama arderá em ti" Isaías 43:2

A partir do verso 4 do Salmo 23, há uma mudança na linguagem do salmista. Até então, todos os pronomes pessoais estão na terceira pessoa do singular – Davi estava falando a respeito de Deus. Mas, quando chega ao vale, ele muda, e passa a falar diretamente a Deus. São os vales da vida que nos colocam face a face com Deus. Quando estamos passando por uma vale, não queremos falar sobre Deus; queremos falar com Deus. A religião se torna um relacionamento. Qualquer pessoa que é madura na vida cristã pode confirmar que é durante os vales que ficamos mais próximos de Deus. "O tempo de angústia é o crisol que há de pôr em relevo caracteres semelhantes ao de Cristo. Destina-se a levar o povo de Deus a renunciar a Satanás e suas tentações"

O que significa a expressão "Tua vara e Teu cajado me consolam"?

Davi relembra a si mesmo que a vara e o cajado de Deus lhe trazem conforto. Vara e cajado eram as duas ferramentas básicas que um pastor usava para proteger e guiar as ovelhas. A vara tinha perto de um metro de comprimento, com uma saliência acentuada em uma das extremidades. Pastores, em geral, tinham grande habilidade para arremessar a vara com precisão a fim de afastar qualquer ameaça. A vara de Deus nos dará proteção. Ele não está assentado no Céu, apático e indiferente à nossa situação. O bom pastor luta por nós, para expulsar as forças espirituais. Ele é o nosso defensor e protetor.
Por outro lado, o cajado era um bastão, arredondado, longo, com um tipo de argola semi-aberta na extremidade. O pastor usa o cajado para guiar e confortar. Ele usa o cajado para trazer a ovelha para perto de si; para levantar uma ovelha que cai. Quando passarmos pelo vale, não estaremos sozinhos. Deus vai estar ao nosso lado. Ele vai usar a vara e o cajado para nos guiar e proteger.
"Muitas são as aflições do justo, mas o Senhor de todas o livra" Salmo 34:19

segunda-feira, 8 de outubro de 2007

VEREDAS DA JUSTIÇA


Guia-me pelas veredas da justiça por amor do Seu nome - Salmo 23:3
A todo tempo, somos colocados diante de escolhas. Quantas vezes ficamos oscilando entre uma e outra coisa simplesmente porque não sabemos que decisão tomar. E isso pode ser muito angustiante. A boa notícia é que o Senhor pode nos ajudar. O antídoto para a indecisão é deixar Deus dirigir a nossa vida. Deus está dizendo aqui: "Eu darei direção à sua vida, se você confiar em Mim."
Como posso permitir que o Senhor guie a minha vida? O que é a vereda da justiça?

A primeira coisa que precisamos compreender é admitir que necessitamos de um guia. Recordo-me que por algumas ocasiões acabei me perdendo ao procurar um endereço, simplesmente porque não perguntei para as pessoas qual era o caminho. Achava que conseguiria chegar. Por natureza, as ovelhas tendem a vaguear, a se perder pelo caminho. Elas precisam de um pastor, e nós também. Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo caminho Is 53:6.

As ovelhas têm uma visão curta e, por isso, se tornam extremamente vulneráveis aos perigos do caminho. Da mesma forma, nós também não conseguimos enxergar o futuro ou medir de forma total as conseqüências de cada decisão que tomamos. "Há caminho que ao homem parece direito, mas ao cabo dá em caminhos de morte" Pv 14:12. Precisamos de um guia que tenha uma visão que transcenda à nossa.Por outro lado, ao afirmar a direção de Deus em nossa vida precisamos ouvir a Sua voz. Precisamos nos conectar a Deus. Precisamos estudar Sua palavra e acatar Sua vontade. Precisamos lembrar que Deus pode impressionar-nos por meio de sonhos, impressões, circunstâncias, conselhos, etc. O fato é que para conseguir o que queremos, muitas vezes, silenciamos o conselho divino e tentamos apenas encontrar explicações para nossa conduta ou ouvir aqueles que têm a mesma opinião. Em alguns casos, somente uma severa provação é capaz de fazer-nos enxergar novamente a vontade de Deus e afastar-nos do mal Pv 20:30.

Há alguns dias, ao realizar as obras do metrô em São Paulo, os engenheiros erraram o encontro de dois túneis em 80 centímetros. Um erro primário que custará muito tempo e dinheiro para corrigir. Precisamos corrigir nossa rota a todo instante, senão, lá no fim, será muito mais trabalhoso e dolorido ter que fazê-lo. Freqüentemente, Deus nos direciona por caminhos que não entendemos, mas, pela fé, precisamos ter a certeza da vitória que já nos está assegurada.
"Na vereda da justiça, está a vida, e no caminho da sua carreira não há morte" Pv 12:28.

O caminho da justiça pode não ser o caminho mais fácil, nem o mais popular, mas é um caminho de vida. Jesus falou de dois caminhos. Cabe a cada um de nós escolher o caminho no qual desejamos trilhar: o caminho da salvação ou da perdição? A escolha é nossa. E, por mais estreito e difícil que seja o caminho, ele é um caminho de vida.

Que tipo de experiência tem aquele que anda pela vereda da justiça?
O caminho pelo qual o nosso Pastor deseja que andemos é um caminho de justiça. Não se trata apenas de nome de rua. Andar por esse caminho significa também que quem por ele anda experimenta uma mudança explicada por duas palavras: justificação e santificação. Ao aceitar a guia divina, somos declarados justos em Cristo. Somos cobertos pelo manto de justiça de Cristo, mas também, ao ouvirmos a Sua voz, acabamos por refletir a Sua vontade e, por conseqüência, Seu caráter. Cada provação do caminho, cada tentação vencida, deve contribuir para a lapidação e burilamento do nosso caráter. O "Senhor, Justiça Nossa" Jr 23:6 é nosso caminho e nosso modelo, bem como a segurança de que, ao fim, trilhamos um caminho de vida. "Muitas pessoas que são já membros da grande família de Deus pouco sabem do que quer dizer contemplar Sua glória e ser mudadas de glória em glória. Muitos possuem uma vaga percepção da excelência de Cristo e, contudo, seu coração palpita de alegria. Anseiam por um mais completo e profundo sentimento do amor do Salvador. Que eles nutram todas as aspirações da alma para Deus. O Espírito Santo trabalha aqueles que desejam ser trabalhados, molda os que desejam ser moldados, cinzela os que desejam ser cinzelados. Obtenha por si mesmo a cultura de pensamentos espirituais e santas comunhões. Você não viu ainda a não ser os primeiros raios do despontar da aurora de Sua glória. À medida que avançar no conhecimento do Senhor, você aprenderá que ‘a vereda dos justos é como a luz da aurora, que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito’. Pv. 4:18"

Ellen G. White, A Ciência do Bom Viver, p. 503, 504.




quarta-feira, 3 de outubro de 2007

O SENHOR É O MEU PASTOR


o senhor é o meu pastor sl 23:1

O autor não faz preâmbulos para explicar de onde veio o pastor ou sua origem, ou um tratado de quem ele é. Nas páginas da revelação, esta é uma figura comparável às primeiras palavras de Gênesis "No princípio, criou Deus..." Gen.1:1. Êx. 6.29 ” Falou o SENHOR a Moisés, dizendo: Eu sou o SENHOR ”

A linguagem aqui é: eu conheço o Pastor naquilo em que me relaciono com Ele. A ovelha pode não conhecer muita coisa sobre quem é o pastor, mas conhece sua voz e o segue. Há uma grande lacuna entre quem é o pastor e a capacidade da ovelha em conhecê-lo em sua plenitude. Ela sabe que ele a protege e cuida para que suas necessidades sejam supridas. Da mesma forma, em nossa finitude, jamais poderemos abarcar quem é Deus. Mais do que conhecer as palavras do salmo do Pastor, é importante que conheçamos o Pastor, que nos relacionemos com Ele, que ouçamos a Sua voz e confiemos em Sua providência. Deus Se torna conhecido na revelação na medida em que Se relaciona com o homem e este permite o desenvolvimento da intimidade com seu pastor.
"Como um pastor apascenta seu rebanho, conduz carinhosamente as ovelhas que amamentam " Is 40:11, (Bíblia de Jerusalém).
Isso não significa que Deus vai fazer todas as suas vontades. Há uma diferença entre necessidade e desejos. Se Deus fizesse todas as vontades do ser humano, ele seria a criatura mais egoísta do Universo. Ele não pretende e não vai satisfazer todas as suas vontades. E, talvez por isso, até possamos ficar descontentes, mas Deus está dizendo: "Eu suprirei todas as suas necessidades." Esta era a certeza do salmista: "nada me faltará". Parece estranho pensar nisso nos dias atuais, quando o consumismo permitiu que uma série de coisas se tornasse necessidade
Quando assumimos que o Senhor é o nosso pastor, não há mais lugar para a ansiedade. Ele suprirá todas as nossas necessidades. Pode-se até dizer que o comportamento ansioso por parte de alguns é uma espécie de deísmo (pensamento daqueles que imaginam que Deus criou o mundo e o deixou entregue à sua própria sorte, não interferindo nas suas questões) ao não reconhecer a providência de Deus em sua vida.
1. Quem está no comando da minha vida?
2. Quem está dando as ordens?
3. Tenho realmente colocado o Senhor como guia dos meus passos?
4. O que deixa você ansioso?
5. O que tira você do sério, que leva você a indagar "Será que algum dia as coisas vão dar certo?"
Que tipo de pastor é Deus?

Como pastor, Ele providencia as necessidades do rebanho individualmente – pasto aos maiores e leite aos menores. Deus reconhece o nível de maturidade e conhecimento de cada um de Seus filhos e nos supre de acordo com o que carecemos (Is 40:11 B.J).
Deus tem interesse na salvação de forma individual: Ele quer você. Isto é um grande remédio para a baixa auto-estima. Deus busca individualmente cada ovelha para formar Seu rebanho (Ez 34:12).
Ele é o bom pastor. Ele conhece cada ovelha. Ele dá a vida por Suas ovelhas (Jo 10:14-16).
Aceitar Cristo como nosso Pastor dá direção e propósito à vida. Cria-se um senso de pertencimento. Não estamos desgarrados ou largados, mas há Alguém que Se importa conosco (1 Pe 2:25).
  • Qual o significado de ter alguém assim cuidando de nós? Que outras virtudes você é capaz de lembrar-se ao pensar no Senhor com seu Pastor?

sexta-feira, 28 de setembro de 2007

PROBLEMAS


Muitas são as aflições do justo, mas o Senhor de todas o livra. Sal. 34:19.
A maioria das cartas que recebo é de pessoas que estão atravessando o vale da aflição. Quase todas têm a mesma pergunta: “Por que os problemas aumentam na minha vida cada vez que decido aproximar-me de Jesus?”

O verso de hoje é a resposta. Neste verso, achamos duas promessas. A primeira é: “Muitas são as aflições do justo”; a segunda: “O Senhor de todas o livra.”
Se você quer ser um cristão autêntico, prepare-se para receber ambas as promessas. A primeira é que neste mundo você enfrentará momentos de dificuldade. Isso é bíblico. Escrevendo aos filipenses, Paulo disse: “Porque vos foi concedida a graça de padecerdes por Cristo.” Filip. 1:29. E o próprio Senhor Jesus afirmou diante de Seus discípulos: “No mundo, passais por aflições.” João 16:33.

O sofrimento é uma realidade da vida. É inevitável. Muito mais para quem decide seguir a Jesus. Mas a segunda promessa afirma que, finalmente, o Senhor livrará Seus seguidores de todas as dificuldades.

Muita gente imagina a felicidade como uma vida sem problemas. Mas, neste mundo, os espinhos fazem parte da rosa, a noite faz parte do dia e as lágrimas fazem parte da alegria. Você pode ser feliz em meio às dificuldades, se souber administrá-las na certeza de que o Senhor o livrará de todas elas.

O Salmo 34 é um hino de louvor a Deus porque Deus livrou o Seu povo, e não porque os Seus filhos não tiveram dificuldades. Entender esse fato pode ser o começo de uma nova dimensão na vida. Deus cura o coração ferido, mas a intervenção divina não teria sentido se o coração não estivesse ferido. Ele restaura seus sonhos porque eles foram destruídos. Deus prometeu livramento, não isenção do problema.

Quais são as aflições que você está enfrentando hoje? Não importa. Antes de partir para enfrentar a montanha de dificuldades que está diante de você, decore este verso e repita-o ao longo do dia: “Muitas são as aflições do justo, mas o Senhor de todas o livra.”

CONFIANÇA E FELICIDADE

O que atenta para o ensino acha o bem, e o que confia no Senhor, esse é feliz. Prov. 16:20.

A vida é uma rosa cheia de espinhos. Há problemas, todos os dias. Diante deles, o ser humano tem apenas duas alternativas: ou confia em Deus e segue as instruções divinas ou confia no próprio entendimento e tenta encontrar a saída para seus problemas nas próprias forças.

Confiar é condição necessária para desenvolver qualquer relacionamento. Não há como viver sem confiar. Tudo que fazemos envolve confiança. Confiamos no padeiro, no motorista de ônibus, no piloto do avião... Muitas vezes, a confiança é traída. Por mais que o ser humano seja bom e tente cumprir suas promessas, está limitado pela sua própria humanidade. Por exemplo: Eu prometo dar uma bicicleta para meu neto no final do ano, e o que acontece se eu morrer dentro de um mês?
Promessas humanas são falíveis, por serem humanas. Intenções humanas, com freqüência, são egoístas e mentirosas. Nascem de um coração contaminado pelo vírus do pecado. Projetos humanos são passageiros e limitados, por causa da temporalidade da criatura.

Por isso, o conselho de Salomão é: “O que confia no Senhor, esse é feliz.” É loucura confiar em Deus e, ao mesmo tempo, procurar a solução para os problemas da vida no esforço humano. “Confiar no Senhor” significa entrega, submissão e obediência. Essas atitudes não são próprias da natureza humana, mas são a única garantia de vitória. Por isso, o texto diz: “Atenta para o ensino [e] acha o bem.”

quinta-feira, 27 de setembro de 2007

ACUMULANDO RIQUEZAS NO CÉU


“Onde os bens se multiplicam, também se multiplicam os que deles comem; que mais proveito, pois, têm os seus donos do que os verem com seus olhos?”. Eclesiastes 5:11.

A natureza humana com sua sede de conseguir mais, tem levado pessoas a viverem a vida em constante stress porque elas nunca estão satisfeitas com o que têm. Nossa meditação deste Sábado mostra claramente o que acontece com o ser humano à medida que o dinheiro e os bens se multiplicam. Em outras palavras, o sábio está dizendo que quanto mais a gente ganha, mas temos com que gastar, e quando os bens se multiplicam, as responsabilidades e despesas aumentam também. O texto termina com uma pergunta que parece não ter resposta. Parece confuso ver Salomão falando que o acúmulo de riquezas não tem propósito na vida, quando ele mesmo era um homem muito rico. Contudo, esta é a verdadeira razão pela qual ele está habilitado a escrever sobre este assunto. No contexto do seu tempo, Salomão trabalhou duro para acumular riquezas e quando finalmente se tornou muito rico, compreendeu que sua ambição na verdade era apenas vaidade.

É verdade que hoje vivemos em um mundo cruel onde temos dificuldade até de sobreviver, quanto de mais acumular riquezas! Talvez o sonho de ver os bens se multiplicarem parece um ideal longe do nosso viver diário. Às vezes já trabalhamos tão duro para suprir o básico como aluguel, comida, roupa, etc, que nem sequer pensamos em riqueza, ou pensamos? Como cristãos nossa motivação deveria ser a pátria celestial. Quando ofuscamos essa visão em detrimento das coisas terrenas, nossa vida se torna um batalha alucinante. A mensagem de Jesus de que tendo o que comer e o que vestir deveríamos estar satisfeitos só faz sentindo quando nós vivermos a vida neste mundo com o senso de transitoriedade.

Olhando para realidade do ganho nos dias de hoje, assim que passamos a ter um salário maior, trocamos o nosso carro, ou mesmo compramos uma casa, e então começamos a progredir na vida.

Nossos gastos aumentam à medida que as entradas aumentam. Para alguns não vai fazer muita diferença entre ganhar pouco ou muito, pois tudo que ganhar vai ser gasto em benefícios pessoais. A Bíblia nos adverte para acumularmos tesouros no céu, onde os valores monetários destes bens serão eternos. O sentimento de Salomão após conquistar riquezas e bens, foi um vazio interior que não preencheu a sua alma. Para aqueles que pensam somente nesta vida, dinheiro, bens, e riquezas fazem muito sentido. Mas para aqueles que aguardam o amanhã com Deus, tudo neste mundo é passageiro, e a prosperidade, se vier, é para abreviar o reino de nosso Pai Celestial.É interessante ver como as pessoas passam a vida lutando para conseguir bens e dinheiro e depois descem à sepultura com as suas contas bancarias lá em cima. Verdadeiras fortunas têm sido deixadas para herdeiros, por pessoas que lutaram muito, e que no fim ficaram sem nada. Infelizmente elas não puderam levar o dinheiro para a sepultura. O nosso grande problema na vida cristã é não nos contentarmos com o que temos. Precisamos viver pensando nas riquezas da glória eterna. Nosso alvo é viver multiplicando a nossa conta celestial e Jesus disse: “E quem der a beber, ainda que seja um copo de água fria, a um destes pequeninos, por ser este meu discípulo, em verdade vos digo que de modo algum perderá o seu galardão”. Mateus 10:42. A

glória eterna que está por se manifestar, vai devolver a riqueza eterna que o inimigo roubou no Éden. Os bens deste mundo jamais poderão suplantar a glória do mundo porvir. Salomão está certo ao dizer que a riqueza desta vida é vaidade, mas no além, para onde vamos, seremos ricos para sempre. Esta riqueza começa aqui e dura para sempre.

segunda-feira, 24 de setembro de 2007

TRASLADAÇÃO DE ENOQUE



Pela fé Enoque foi trasladado para não ver a morte, e não foi achado, porque Deus o tomou; visto como antes da sua trasladação alcançou testemunho de que agradara a Deus Hebreus 11.5

Enoque continuou a tornar-se mais piedoso enquanto se comunicava com Deus. Sua face era radiante com a santa luz que permanecia em sua fisionomia enquanto instruía aqueles que vinham para ouvir suas sábias palavras. Sua aparência digna e celestial infundia às pessoas á reverência. O Senhor amava a Enoque porque ele firmemente O seguia, aborrecendo a iniqüidade, e fervorosamente buscava conhecimento celestial, para fazer Sua vontade com perfeição. Ele anelava unir-se ainda mais estreitamente com Deus, a quem temia, reverenciava e adorava. Deus não permitiu a Enoque morrer como outros homens, mas enviou Seus anjos para levá-lo ao Céu sem ver a morte. Na presença de justos e ímpios Enoque foi removido deles. Aqueles que o amavam pensaram que Deus pudesse tê-lo deixado em algum de seus lugares de retiro, porém, depois de procurarem diligentemente por ele, e sendo incapazes de achá-lo, disseram que não se acharia mais, porque Deus o tomara.

O Senhor ensina aqui uma lição da maior importância pela trasladação de Enoque um descendente do decaído Adão, que seriam recompensados todos que pela fé confiassem no sacrifício prometido e fielmente obedecessem a Seus mandamentos. Duas classes são aqui outra vez representadas como devendo existir até o segundo advento de Cristo; os justos e os ímpios, os rebeldes e os leais. Deus Se lembrará dos justos, que o temem. Em consideração a Seu amado Filho , Ele os estimará e honrará, dando-lhes a vida eterna. Mas os ímpios, aqueles que pisam Sua autoridade, Ele os cortará da Terra e os destruirá, e serão como se nunca tivessem existido.

Depois da queda de Adão de um estado de perfeita felicidade para um estado de infelicidade e pecado, havia o perigo de os homens se tornarem desencorajados e inquirirem: "Inútil é servir a Deus” Mas as instruções que Deus dera a Adão, repetidas a Sete e plenamente exemplificadas por Enoque, iluminaram o caminho de trevas e escuridão, dando esperança ao homem de que, assim como por meio de Adão veio a morte, mediante Jesus, o Redentor prometido, viria vida e imortalidade. No caso de Enoque, os desalentados fiéis foram ensinados que, embora vivendo entre pessoas corruptas e pecadoras, que estavam em aberta e ousada rebelião contra Deus, seu Criador, contudo se Lhe obedecessem e tivessem fé no Redentor prometido, eles podiam proceder com justiça como o fiel Enoque, ser aceitos por Deus, e finalmente exaltados ao Seu trono celestial.

Enoque, separando-se do mundo, e gastando muito de seu tempo em oração e comunhão com Deus, representa o leal povo de Deus nos últimos dias.. A injustiça deverá prevalecer em terrível extensão sobre a Terra. Os homens se dedicarão a seguir toda imaginação de seu corrupto coração e levar a cabo sua enganosa filosofia e rebelião contra a autoridade dos altos Céus.”

O povo de Deus separar-se-á das práticas injustas dos que os rodeiam e procurará a pureza de pensamentos e santa conformidade com Sua vontade, até que Sua divina imagem seja refletida neles. Como Enoque, estarão se preparando para a trasladação ao Céu. Enquanto se esforçam para instruir e advertir o mundo, eles não se conformarão ao espírito e costumes dos descrentes, mas os condenarão por meio de seu santo procedimento e piedoso exemplo.

A trasladação de Enoque para o Céu, pouco antes da destruição do mundo pelo dilúvio, representa a trasladação de todos os justos vivos da Terra antes da sua destruição pelo fogo. Os santos serão glorificados na presença daqueles que os odiaram por sua leal obediência aos justos mandamentos de Deus.

Fonte de Pesquisa
História. da Redenção, Pág. 61.

segunda-feira, 17 de setembro de 2007

NOSSO LAR NÃO É AQUI



Às margens dos rios da Babilônia, nós nos assentávamos e chorávamos, lembrando-nos de Sião. Sal. 137:1.

Um dia, os assírios dirigidos por Nabucodonosor chegaram a Jerusalém. Destruíram tudo e levaram prisioneiros os filhos de Israel.

Os anos do exílio foram tristes. Longe de casa, da família e dos amigos, os exilados só tinham duas opções: esquecer definitivamente Israel ou viver em Babilônia, com os olhos fixos em Sião, abrigando o sonho de retornar um dia para o lar.
Um dia, também, o inimigo de Deus chegou até a raça humana, destruiu seus sonhos, valores e princípios e a levou escrava ao seu reino, para servir no seu palácio.

A história de Israel é um símbolo da história humana. Como os israelitas, hoje estamos longe do verdadeiro lar. Este mundo cheio de tristeza e angústia – conseqüências naturais da entrada do pecado – não é a nossa casa. Somos estrangeiros e peregrinos vivendo num mundo ao qual Jesus Se referiu assim: “O Meu reino não é deste mundo.”

O salmista disse que enquanto os filhos de Israel viviam em Babilônia, com freqüência sentavam-se às margens dos rios e choravam de saudade, lembrando-se de Sião, o santo monte, símbolo do governo de Deus.

O perigo que corremos hoje é esquecer que este mundo não é o nosso lar definitivo. Estamos aqui apenas peregrinando, por força das circunstâncias, rumo à casa do Pai. Somos estrangeiros vivendo num país alheio.







domingo, 9 de setembro de 2007

ENCONTRO DE AMIGOS


"Vinde, benditos de Meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo." Mat. 25:34.

Assim os remidos receberão as boas-vindas às mansões que Jesus está preparando para eles. Ali não serão companheiros dos vis da Terra, mas daqueles que através do auxílio divino formaram caráter perfeito. Cada tendência pecaminosa, cada imperfeição, terá sido removida pelo sangue de Cristo; a excelência e brilho de Sua glória, muito mais intensos que o esplendoroso sol do meio-dia, lhes são imputados. A beleza moral e a perfeição do caráter de Cristo brilha através deles com um fulgor mais intenso que o esplendor externo. Acham-se imaculados diante do grande trono branco, compartilhando da dignidade e privilégios dos anjos.

Os redimidos encontrarão e reconhecerão aqueles que, por seu intermédio, foram conduzidos ao Salvador. Que abençoada conversa terão com estas almas! "Eu era um pecador", dirá alguém, "sem Deus e sem esperança no mundo, e você apareceu para atrair minha atenção ao precioso Salvador como minha única esperança. ..." Outros dirão: " Eu era pagão em terras estranhas. Você deixou seus amigos e lar confortável, vindo para ensinar-me como conhecer a Jesus e nEle crer como único Deus verdadeiro. Destruí meus ídolos e adorei a Deus; agora posso vê-Lo face a face. Estou salvo, eternamente salvo, para contemplar Aquele a quem amo. ..."

Outros expressarão gratidão para com os que nutriram o faminto e vestiram o nu. "Quando o desespero inundava minha alma de incredulidade, o Senhor enviou você para falar-me palavras de esperança e conforto. Você atendeu minhas necessidades físicas e me trouxe alimento; abriu-me a Palavra de Deus, fazendo-me despertar para as minhas necessidades espirituais. Você me tratou como a um irmão. Simpatizou comigo nas minhas tristezas, restaurando-me a alma ferida e machucada, de modo que eu pudesse alcançar a mão de Cristo estendida para salvar-me. Em minha ignorância, você teve paciência comigo, ensinando-me que eu tinha no Céu um Pai que cuida de mim. Você leu para mim as preciosas promessas da Palavra de Deus. Você inspirou-me fé em Sua capacidade para salvar-me. Meu coração foi abrandado, subjugado, quebrantado, à medida que eu contemplava o sacrifício de Cristo por mim. ...Aqui estou, salvo, eternamente salvo, para viver em Sua presença, e para louvá-Lo por haver dado a Sua vida por mim."
Quão grande regozijo será para estes remidos encontrar-se e saudar àqueles que antes tiveram preocupação pela salvação deles!

Na vida futura compreenderemos as coisas que aqui nos deixaram em grande perplexidade. Entenderemos quão grande Ajudador tivemos, e como os anjos de Deus foram comissionados a guardar-nos ao seguirmos o conselho da Sua Palavra.

Fontes de pesquisas :
Ellen G. Whit
The Watchman, 31 de março de 1908.
Review and Herald, 5 de janeiro de 1905.
Signs of the Times, 3 de janeiro de 1906.

quarta-feira, 5 de setembro de 2007

ESPÍRITO SANTO É DEUS!


ROMANOS, 8,: 26
E da mesma maneira também o Espírito ajuda as nossas fraquezas; porque não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis. Portanto uma pessoa : energia geme?

EFESIOS, 4 : 30
E não entristeçais o Espírito Santo de Deus,
no qual estais selados para o dia da redenção. Coisas impessoais tem alguma reação de tristeza?

O poder do mal se estivera fortalecendo por séculos, e alarmante era a submissão dos homens a esse cativeiro satânico. Ao pecado só se poderia resistir e vencer por meio da poderosa operação da terceira pessoa da Trindade, a qual viria, não com energia modificada, mas na plenitude do divino poder. Desejado de Todas nações pág. 671
Há três pessoas vivas pertencentes à trindade celeste; em nome destes três grandes poderes - o Pai, o Filho e o Espírito Santo - os que recebem a Cristo por fé viva são batizados, e esses poderes cooperarão com os súditos obedientes do Céu em seus esforços para viver a nova vida em Cristo. Special Testimonies, Série B, Nº 7, págs. 62 e 63. (Evangelismo pág. 615

Precisamos reconhecer que o Espírito Santo, que é tanto uma pessoa como o próprio Deus, está andando por esses terrenos. O Espírito Santo é uma pessoa, pois dá testemunho com o nosso espírito de que somos filhos de Deus. Uma vez dado esse testemunho, traz consigo mesmo sua própria evidência. Em tais ocasiões acreditamos e estamos certos de que somos filhos de Deus. Manuscrito 66, 1899. = 145, 1901. Evangelismo 61)
O príncipe da potestade do mal só pode ser mantido em sujeição pelo poder de Deus na terceira pessoa da Trindade, o Espírito Santo. Special Testimonies, Série A, nº 10, pág. 37
Cumpre-nos cooperar com os três poderes mais altos no Céu - o Pai, o Filho e o Espírito Santo - e esses poderes atuarão por nosso intermédio, fazendo-nos co-obreiros de Deus. Evangelismo pág. 617
O mal vinha se acumulando por séculos e só poderia ser restringido e resistido pelo eficaz poder do Espírito Santo, a terceira pessoa da Trindade, que viria com não modificada energia, mas na plenitude do poder divino. Outro espírito deve ser enfrentado; pois a essência do mal estava atuando de todas as maneiras, e era de surpreender a submissão do homem a esse cativeiro satânico.
Testemunho para Ministros e Obreiros - Evangélicos pág. 392

Quem não está seguindo esta linha de conduta, “ e acham que o Espírito Santo é uma energia” definitivamente, não está recebendo esta orientação do Espírito Santo, pois assim procedendo o Espírito Santo estaria negando a se próprio....

Gálatas 1 : 8 e 9
Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema. Se alguém vos anunciar outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema

MATEUS, 3 : 17
E, sendo Jesus batizado, saiu logo da água, e eis que se lhe abriram os céus, e viu o Espírito de Deus descendo como pomba e vindo sobre ele. Uma forma e não uma energia

MATEUS, 28 : 19
Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo

A TRINDADE está expressa aqui, são três pessoas e não duas : PAI = FILHO = ESPÍRITO SANTO = Três pessoas distintas

ATOS, 5:3 e 4.
Disse então Pedro: Ananias, por que encheu Satanás o teu coração, para que mentisses ao Espírito Santo, e retivesses parte do preço da verdade? Guardando-a não ficava para ti? E, vendida, não estava em teu poder? Por que formaste este desígnio em teu coração? Não mentiste aos homens, mas a Deus.

MATEUS 12 : 31 e 32
Portanto, eu vos digo: Todo o pecado e blasfêmia se perdoará aos homens; mas a blasfêmia contra o Espírito não será perdoada aos homens. E, se qualquer disser alguma palavra contra o Filho do homem, ser-lhe-á perdoado; mas, se alguém falar contra o Espírito Santo, não lhe será perdoado, nem neste século nem no futuro.
COMO PODEMOS PECAR CONTRA UMA ENERGIA ?
A Bíblia Revela que o Espírito Santo é uma pessoa e não uma força ou um poder IMPESSOAL : Pode alguém pecar contra uma força ou um poder impessoal ?

I CORÍNTIOS, 12 : 11
O mesmo Espírito opera todas estas coisas, repartindo particularmente a cada um como quer. Ele distribui como ele quer : uma energia tem vontade própria ? faz o que ela quer ? Só um Deus pode fazer o que ele quer.


Aqui não pode deixar dúvida de que o Espírito Santo é uma pessoa = cada um tem uma função.
Obs.: O espírito Santo está separado de Deus e de Jesus, uma energia vinda de Deus não poderia ser isolado do próprio Deus!
I CORÍNTIOS, 12 : 4 – 6
- Ora, há diversidade de dons, mas o Espírito é o mesmo.
- E há diversidade de ministérios, mas o Senhor é o mesmo
- E há diversidade de operações, mas é o mesmo Deus que opera tudo em todos
Temos aqui uma distribuição de funções = mais uma vez o Espírito Santo, se apresenta como uma pessoa.


EFÉSIOS, 4 : 4 = um só Espírito
“ 4 : 5 = Um só SENHOR,
“ 4 : 6 = Um só Deus e Pai
três pessoas distintas :

JUDAS, 20 e 21
Vossa santíssima fé, orando no Espírito Santo, = DEUS ESPIRITO SANTO
No amor de Deus, = DEUS O PAI
Misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo = DEUS O FILHO
APARECE AS TRÊS PESSOAS DA TRINDADE :
A Bíblia Revela que o Espírito Santo é uma pessoa, e não uma força ou um poder IMPESSOAL

II CORÍNTIOS, 13 : 13
A graça do Senhor Jesus Cristo
, e o amor de Deus, e a comunhão do Espírito Santo seja com todos vós. Amém.
Novamente aparece as três pessoas da tridade....

FONTES DE PESQUISA
Desejado de Todas nações pág. 671
Special Testimonies, Série B, Nº 7, págs. 62 e 63.
Evangelismo pág. 615
Special Testimonies, Série A, nº 10, pág. 37
Evangelismo pág. 617
Evangélicos pág. 392
Manuscrito 66, 1899. 145, 1901.
Evangelismo 61

sexta-feira, 31 de agosto de 2007

JESUS VOLTARÁ


Qual seria sua reação se um anjo viesse e falasse alguma coisa pra você? Você acreditaria?
Você ficaria impressionado com o que ele diria? Você sairia contando pra todo o mundo o que o anjo teria dito a você?

Jesus havia terminado Sua missão na terra e era chegado o tempo de voltar para o céu, de onde Ele tinha vindo. Um pouco antes de Sua morte, havia explicado aos discípulos que estaria retornando para junto do Pai, mas Ele prometeu: "Não fiquem preocupados, virei outra vez" João 14:3.

O momento de Sua partida havia chegado. Depois de dar as últimas instruções para Seus discípulos, uma atração mais forte do que a força da gravidade, começou a elevar Jesus da terra.
Os discípulos, que tinham visto Seu mestre andar sobre as águas, acalmar a tempestade, multiplicar pães e peixes, curar e ressuscitar mortos, não tiveram dificuldade em acreditar no que seus olhos estavam vendo. A dificuldade era conter a saudade que já começavam a sentir de Jesus, porque Ele estava indo embora.
Jesus foi o amigo inseparável de três anos e meio. Compreendendo os sentimentos dos discípulos, Jesus pediu para dois dos anjos, que vieram em comitiva para levá-lo, que consolassem o coração de seus amados seguidores, relembrando-os da promessa de Sua volta .

Em Atos 1:11 nós lemos as palavras dos anjos: "Varões galileus, por que estais olhando para as alturas? Esse Jesus que dentre vós foi recebido no céu, assim virá do modo como O vistes subir".
Imagine quão doces, convincentes e confortadoras foram as palavras dos anjos ao coração dos discípulos. Esta promessa falava de reecontro. Um dia Jesus voltaria para estar para sempre com eles, num tempo em que não haveria mais separação.

A volta de Jesus passou a ser o anseio do coração dos discípulos. Esta esperança é que animava o coração deles a prosseguir. Os apóstolos e os cristãos primitivos consideravam a volta de Jesus como a "bendita esperança", como vemos em Tito 2:13: "Aguardando a bendita esperança e a manifestação da glória do nosso grande Deus e salvador Cristo Jesus".
Na verdade este era o anseio de longas eras. Quando Adão saiu do Éden, seu coração se partiu de saudade de Jesus, porque não poderia mais falar com Ele face a face.
Seu grande anelo era poder estar com Jesus de novo. Enoque, o sétimo depois de Adão viu e profetizou a volta de Jesus, dizendo: "Eis que é vindo o Senhor entre Suas santas miríades, para exercer juízo contra todos..." Judas 14.

O salmista também falou da vinda do Senhor para reunir Seu povo dizendo: "Vem o nosso Deus, e não guarda silêncio; perante Ele arde um fogo devorador...Congregai os Meus santos, os que comigo fizeram aliança por meio de sacrifícios" Sal.50: 3-5.

O profeta Isaías, em uma de suas várias menções à 2º vinda de Cristo, escreveu de forma insprirada: "Eis que o Senhor Deus virá com poder, e o Seu braço dominará; Eis que o Seu galardão está com Ele, e diante dEle, a Sua recompensa". Isaías 40:10.
Crer e esperar a volta de Jesus sempre foi a doce esperança da humanidade, em todos os tempos. Jesus voltará para buscar e salvar aqueles que nEle creram. Ele prometeu.

Um dos textos mais lindos da Bíblia está em João 14:1-3: "Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas. Se assim não fosse eu võ-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar e quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos receberei para mim mesmo, para que onde eu estou, estejais vós também."

Vivemos no meio de um mundo que vive em confusão. Tudo aqui é muito difícil. Jesus nos anima dizendo: "Não se turbe o vosso coração." Em outras palavras: "Não fiquem desesperados. Eu vou preparar um lugar melhor. Um lindo lugar. Será tão lindo que não haverá lembrança das coisas passadas."
Eu voltarei! Virei outra vez pra buscar vocês. Porque eu quero estar para sempre com vocês.
Jesus virá para reunir toda a família.
Paulo diz que "os mortos em Cristo ressuscitarão incorruptíveis e os vivos seremos transformados, e juntos seremos arrebatados para encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos para sempre com o Senhor." I Tessalonicenses 4.16-17.
Amado leitor:

Estou ansioso por aquele glorioso dia, e você?
Está também esperando a volta de Jesus?
Você está preparado para encontrá-Lo?
Deixe Jesus conduzir a sua vida. Ele o guiará nesta vida aqui, e depois na eternidade.
Creia no testemunho da Bíblia, nas palavras dos profetas, na afirmação dos anjos e na certeza dada pelo próprio Jesus. "Eis que venho sem demora." Apoc 22:20
Em Hebreus 10:23 a Bíblia afirma: "Guardemos firme a confissão da esperança, sem vacilar, pois quem fez a promessa é fiel."
Lembre-se que Jesus prometeu voltar! .....AMEM......