quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

OS DOIS MANDAMENTOS

ROMANOS, 13:8 - 10
A ninguém devais coisa alguma, a não ser o amor com que vos ameis uns aos outros; porque quem ama aos outros cumpriu a lei.
Com efeito: Não adulterarás, não matarás, não furtarás, não darás falso testemunho, não cobiçarás, e, se há algum outro mandamento, tudo nesta palavra se resume: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo.
O amor não faz mal ao próximo; de sorte que o cumprimento da lei é o amor.

O povo de Israel no tempo do apostolo Paulo, estavam subordinados ao regime político do poder Romano, e como tal, nutriam muito ódio pelos Romanos, mas sabemos que esta nação consideravam aqueles que não pertenciam ao seu povo como gentios “inferiores” e por isso não eram dignos do seu amor....A falta de amor desta nação pelo seu próximo, os levou a matar JESUS... O apostolo então no texto acima está lhes dizendo, como você pode guardar a lei se você esta cheio de ódio e lhes falta o amor. Neste texto aos Romanos, está sendo focado o amor...você amar o próximo como a ti mesmo, não acontecerá, se você não amar a Deus acima de tudo em sua vida....

Não aborrecerás teu irmão no teu íntimo. Não te vingarás, nem guardarás ira contra os filhos do teu povo, mas amarás o teu próximo como a ti mesmo. Lev. 19:17 e 18.
As palavras do Salvador, revelaram a seus ouvintes que, ao passo que eles estavam condenando outros como transgressores, eram eles próprios igualmente culpados; pois acariciavam malícia e ódio. ...

Ao mesmo tempo, eles próprios eram apaixonados e contenciosos; nutriam o mais terrível ódio contra seus opressores ROMANOS, e sentiam-se em liberdade de odiar e desprezar todos os outros povos, e mesmo seus próprios patrícios que não concordavam em tudo com as suas idéias. Em tudo isto, violavam eles a lei que declara: "Não matarás." Êxo. 20:13.
Aqui está o contexto da declaração do apostolo Paulo aos cristãos Romanos...

Os primeiros quatro dos dez mandamentos resumem-se num grande preceito: "Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração." Os últimos seis estão incluídos no outro: "Amarás o teu próximo como a ti mesmo." Ambos estes mandamentos são uma expressão do princípio do amor. Não se pode guardar o primeiro e violar o segundo, nem se pode observar o segundo enquanto se transgride o primeiro. Quando Deus ocupa o lugar que Lhe é devido no trono do coração, será dado ao próximo o lugar que lhe pertence.

OS QUATRO PRIMEIROS MANDAMENTOS SE REFERE AO AMOR A DEUS....
OS SEIS ÚLTIMOS SE REFERE AO AMOR AO PRÓXIMO...

ÊXODO, Capitulo 20

ESTES QUATRO MANDAMENTOS SE REFERE AO AMOR À DEUS é só ler e verás !
PRIMEIRO MANDAMENTO:::::
Vr. 3 - Não terás outros deuses diante de mim.(amor a Deus)
SEGUNDO MANDAMENTO::::
Vr. 4 – Não farás para ti imagem de escultura (amor a Deus)
TERCEIRO MANDAMENTO::::
Vr. 7 - Não tomarás o nome do Senhor, teu Deus, em vão (amor a Deus)
QUARTO MANDAMENTO:::::
Vr. 8 - Lembra-te do dia do sábado, para o santificar. (amor a Deus
“Deus descansou neste dia e santificou”)

ESTES SEIS MANDAMENTOS SE REFERE AO AMOR AO PROXIMO..é só ler e verás !!!!

QUINTO MANDAMENTO::::
Vr. 12 - Honra a teu pai e a tua mãe (amor ao próximo)
SEXTO MANDAMENTO:::::
Vr. 13 - Não matarás. (amor ao próximo)
SETIMO MANDAMENTO:::::
Vr. 14 - Não adulterarás. (amor ao próximo)
OITAVO MANDAMENTO::::
Vr. 15 - Não furtarás. (amor ao próximo)
NONO MANDAMENTO:::::
Vr.16 - Não dirás falso testemunho contra o teu próximo. (amor ao próximo)
DESCIMO MANDAMENTO::::::
Vr. 17 - Não cobiçaras a casa do teu próximo ( amor ao próximo)

Veja que os dez Mandamentos pode ser encerrados em dois ( amor a Deus e amor ao próximo....se você fizer isto estará guardando toda a lei!!!

Marcos 12:33 - Devemos amar a Deus com todo o nosso coração, com toda a nossa mente e com todas as nossas forças e também devemos amar os outros como amamos a nós mesmos.
Mateus 22:40 - Toda a Lei de Moisés e os ensinamentos dos Profetas se baseiam nesses dois mandamentos.
I João, 4:20 - Se alguém diz: “Eu amo a Deus”, mas odeia o seu irmão, é mentiroso. Pois ninguém pode amar a Deus, a quem não vê, se não amar o seu irmão, a quem vê.