sexta-feira, 19 de setembro de 2008

PODER DA ORAÇÃO

“Assim também o Espírito de Deus vem nos ajudar na nossa fraqueza. Pois não sabemos como devemos orar, mas o Espírito de Deus, com gemidos que não podem ser explicados por palavras, pede a Deus em nosso favor..” O Espírito Santo, por intermédio das Escrituras, fala à mente, e imprime a verdade no coração dos homens. Rom. 8 : 26.

. "Quanto ao ser humano, somente o espírito que está nele é que conhece tudo a respeito dele. E, quanto a Deus, somente o seu próprio Espírito conhece tudo a respeito dele.." I Cor. 2:11.
Só temos um meio de acesso a Deus, (nossas orações) e nossas orações só podem chegar até ele, através de um nome! o do Senhor Jesus, nosso Advogado. Seu Espírito tem de inspirar nossas petições. Quando vemos a nós mesmos como realmente somos: fracos, ignorantes e desamparados,comparecemos diante de Deus como humildes suplicantes.
É o desconhecimento de Deus e de Cristo que torna as pessoas orgulhosas e virtuosas aos seus próprios olhos. O objetivo de nossas orações deve ser a glória de Deus, não nossa própria glorificação.

TEMOS AQUI ALGUNS EXEMPLOS DO PODER DE UMA ORAÇÃO EM CONTRIÇÃO COM A VONTADE DE DEUS
DAN IEL, 10 : 2 e 3
Naqueles dias eu, Daniel, estive triste por três semanas. Alimento desejável não comi, nem carne nem vinho entraram na minha boca, nem me ungi com ungüento, até que se cumpriram as três semanas. ( 21 Dias)
Gabriel apareceu ao profeta e assim se dirigiu a ele: "Daniel, homem muito amado de Deus, está atento às palavras que te vou dizer". ... QUE GRANDE HONRA É OUTORGADA A DANIEL PELA MAJESTADE DO CÉU! Conforta Seu servo tremente e lhe assegura que sua oração foi ouvida no Céu. Em resposta àquela fervorosa petição, o anjo Gabriel foi enviado para influenciar o coração do rei persa. O rei havia resistido às impressões do Espírito de Deus durante as três semanas em que Daniel estivera jejuando e orando, mas o Príncipe dos Céus, o Arcanjo Miguel, foi enviado para convencer o coração do obstinado rei, a fim de que tomasse alguma decisão para atender à oração de Daniel, e Libertar o povo de Israel da escravidão de Babilônia. Refletindo a Cristo,p. 82

À medida que a oração de Daniel avança, o anjo Gabriel voa rapidamente desde as cortes celestiais, para assegurar ao profeta que suas orações haviam sido ouvidas e atendidas. [Ciro], o rei [persa], resistira durante vinte e um dias às impressões do Espírito de Deus, enquanto Daniel jejuava e orava. Entretanto, o Príncipe do Céu, o arcanjo Miguel, foi enviado para modificar o coração do obstinado rei, de modo a tomar uma decisão que respondesse à oração de Daniel. Review and Herald, 8 de fevereiro de 1881. Verdade Sobre os Anjos, p. 143 e 144

O terceiro ano de Ciro, rei da Pérsia, foi revelada uma palavra a Daniel, cujo nome era Beltessazar; A PALAVRA ERA VERDADEIRA E ENVOLVIA GRANDE CONFLITO; e ele entendeu esta palavra, e tinha entendimento da visão.
Dan. 11:1. Profetas e Reis, p. 556

DANIEL, 6 : 10
Quando Daniel soube que o rei tinha assinado a ordem, voltou para casa. No andar de cima havia um quarto com janelas que davam para Jerusalém. Daniel abriu as janelas, ajoelhou-se e orou, dando graças ao seu Deus. Ele costumava fazer isso três vezes por dia
E três vezes no dia se punha de joelhos, e orava, e dava graças diante do seu Deus, como também antes costumava fazer.
DANIEL, 10 : 12
Aí ele disse:Não fique com medo, Daniel, pois Deus ouviu a sua oração desde a primeira vez que você se humilhou na presença dele a fim de ganhar sabedoria. Eu vim em resposta à sua oração.
DANIEL, 10 : 13
Mas o príncipe do reino da Pérsia me resistiu vinte e um dias, e eis que Miguel, um dos primeiros príncipes, veio para ajudar-me, e eu fiquei ali com os reis da Pérsia.

DANIEL, NOS DÁ UM VISLUMBRE DO GRANDE CONFLITO QUE COMEÇOU NO CÉU E QUE ESTÁ, SE DESENROLANDO EM NOSSOS DIAS : Anjos de satanás e anjos de Deus em uma batalha ferrenha em favor da raça huma. Há uma luta entre as forças do bem e do mal, entre os anjos leais e os desleais. Cristo e Satanás não fazem acordo, e nunca farão. Em todas as eras, a verdadeira igreja de Deus tem-se empenhado em decidida luta contra as forças satânicas. Até ao final do conflito, prosseguirá a batalha entre os anjos maus e pessoas más por um lado, e os santos anjos e os verdadeiros fiéis por outro. Esta profecia sobre a inimizade entre Satanás e Cristo tem longo alcance. Delineia um incessante conflito entre Cristo e Seus seguidores, Satanás e seus anjos e seres humanos caídos, unidos numa desesperada confederação para desacreditar, ferir, magoar e exterminar os seguidores de Cristo até ao fim do tempo. Cristo Triunfante, p. 28 e 29

A ORAÇÃO DE JESUS
Marcos 14:36 - Ele orava assim: Pai, meu Pai, tu podes fazer todas as coisas! Afasta de mim este cálice de sofrimento. Porém que não seja feito o que eu quero, mas o que tu queres.
Mateus 26:42 - Pela segunda vez Jesus foi e orou, dizendo: Meu Pai, se este cálice de sofrimento não pode ser afastado de mim sem que eu o beba, então que seja feita a tua vontade.
Mateus 26:44 Jesus orou pela terceira vez, dizendo as mesmas palavras.

Os mundos não caídos e os anjos celestiais vigiavam com intenso interesse o conflito que se aproximava do desfecho. Satanás e suas hostes do mal, as legiões da apostasia, seguiam muito atentamente essa grande crise na obra da redenção. Os poderes do bem e do mal aguardavam para ver qual a resposta que seria dada à oração de Cristo - três vezes repetida. Os anjos anelavam trazer alívio ao divino Sofredor, mas isso não podia ser. Nenhum meio de escape havia para o Filho de Deus. Nessa horrível crise, quando tudo estava em jogo, quando o misterioso cálice tremia nas mãos do Sofredor, abriu-se o Céu, surgiu uma luz por entre a tempestuosa treva da hora da crise, e o poderoso anjo que se acha na presença de Deus, ocupando a posição da qual Satanás caíra, veio para junto de Cristo. O anjo não veio para tomar-Lhe o cálice das mãos, mas para fortalecê-Lo a fim de que o bebesse, com a certeza do amor do Pai. Veio para dar força ao divino-humano Suplicante. Ele Lhe apontou os Céus abertos, falando-Lhe das almas que seriam salvas em resultado de Seus sofrimentos. Afirmou-Lhe que Seu Pai é maior e mais poderoso que Satanás, que Sua morte redundaria na sua inteira derrota, e que o reino deste mundo seria dado aos santos do Altíssimo. Disse-Lhe que Ele veria o trabalho de Sua alma, e ficaria satisfeito pois contemplaria uma multidão de membros da família humana salvos, eternamente salvos..... Desejado de todas as Nações, p. 693

“Pois nós não estamos lutando contra seres humanos, mas contra as forças espirituais do mal que vivem nas alturas, isto é, os governos, as autoridades e os poderes que dominam completamente este mundo de escuridão”. Éfesios, 6 : 12

“Para terminar: tornem-se cada vez mais fortes, vivendo unidos com o Senhor e recebendo a força do seu grande poder”. Éfesios, 6 : 10

Fontes.....
Refletindo a Cristo,p. 82
Review and Herald, 8 de fevereiro de 1881.
Verdade Sobre os Anjos, p. 143 e 144
Profetas e Reis, p. 556
Cristo Triunfante, p. 28 e 29
Desejado de todas as Nações, p. 693