sexta-feira, 26 de setembro de 2008

O NOME DE DEUS

O Filho, o Pai e o Espírito Santo são todos distintos entre Si, mas não são independentes um do outro, porque são todos Deus e Eles todos pertencem à Divindade.
se eu experimento a realidade de Deus, é preciso conhecer DEUS .... Pai, Filho e Espírito Santo.
“Quem é o Deus dos cristãos?” A resposta apropriada será: “O Deus que é Pai, Filho e Espírito Santo.”

As pessoas que conheceram a Jesus reconheciam que, quando estavam com Ele, estavam na presença pessoal de Deus, e que Deus estava pessoalmente presente entre eles. Agora que não temos Jesus aqui em pessoa como os Discípulos tiveram. O Espírito Santo verdadeiramente é Deus, não apenas um agente autorizado que me fala a respeito de Deus, quando estamos na presença do Espírito santo, estamos realmente na presença de Deus.

“Quem é o Deus dos cristãos?” A resposta apropriada será: “o Deus: que é Pai, Filho e Espírito Santo.”
Tem Deus um nome? Uma resposta poderia ser: “Naturalmente! Deus tem um nome O Seu nome é simplesmente Deus,

Em primeiro lugar, a palavra Deus é, estritamente falando, um título, não um nome ! É uma palavra como governador, doutor ou professor.
a palavra Deus pode referir-se a muitos e diferentes deuses: Alá, o deus dos muçulmanos... Siva e Vishnu, deuses dos hindus... Zeus o supremo deus dos gregos.... Rá ou Bel ou Moloque, deus dos Assírios....

Tem o nosso Deus, o Deus da revelação bíblica, um nome? A resposta é sim.!
No Novo Testamento, o mesmo Deus é identificado por uma forma diferente. Não é simplesmente uma palavra (como Yahweh), mas um grupo de palavras juntas, que dão um novo nome para Deus: Pai, Filho e Espírito Santo.
Se alguém for perguntado: “Quem é o Deus dos cristãos?” A resposta apropriada será: “o Deus que é Pai, Filho e Espírito Santo.”
Deus é identificado pelo nome de Yahweh (que é muitas vezes traduzido por “o Senhor” nas versões inglesas da Bíblia, e que deu origem à palavra Jeová). Esse nome refere-se a um verbo hebraico que significa “é” ou “ser”, assim o significado de Yahweh é algo semelhante a “eterno”. Se alguém perguntar: “Quem é o Deus dos hebreus?” a resposta será “Yahweh, o eterno.
Jesus enviou seus discípulos para que fossem e fizessem discípulos, “batizando-os no nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo”. Mat. 28:19

Uma das mais familiares bênçãos do Novo Testamento é a solicitação para que “ a graça do Senhor Jesus Cristo, e o amor de Deus, e a comunhão do Espírito Santo”.... II Cor. 13:13.
podemos pensar nesta designação tríplice – Pai, Filho e Espírito Santo – como sendo a nossa designação cristã para o nome de Deus. Não é, certamente, um tipo de nome comum, como Maria, Mariana, José ou João. Nem se trata de nomes como Siva, Zeus ou Rá. Mas essa designação de Deus aparece no Novo Testamento como um nome equivalente a Yahweh.

A questão principal tem sido a maneira em que o Pai, o Filho e o Espírito Santo, são todos distintos e estão relacionados entre si. São todos Eles a mesma realidade a mesma pessoa......
No ano 325 d.C., o Concílio de Nicéia emitiu um parecer afirmando a crença (a) em Deus o Pai, (b) no Filho de Deus, que é “a essência do Pai”, e (c) no Espírito Santo. Este parecer é conhecido como o Credo de Nicéia, e sua tese sobre a Trindade tem sido reafirmada muitas vezes através da história do cristianismo
As Crenças Fundamentais dos Adventistas do Sétimo Dia, o parágrafo intitulado “A Trindade” inicia afirmando: “Há um só Deus: Pai, Filho e Espírito Santo, uma unidade de três Pessoas coeternas.”

Fonte de pesquisa
D.T. N, p.530
Nisto Cremos