domingo, 8 de fevereiro de 2009

UM TEMPO DE ANGUSTIA


E haverá um tempo de angústia, qual nunca houve, desde que houve nação até àquele tempo; Daniel, 12:1

Vivemos no tempo do fim. Os sinais dos tempos, a se cumprirem rapidamente, declaram que a vinda de Cristo está próxima, às portas. Os dias em que vivemos são solenes e importantes. O Espírito de Deus está, gradual mas seguramente, sendo retirado da Terra. Pragas e juízos estão já caindo sobre os desprezadores da graça de Deus. As calamidades em terra e mar, inundações e furacões terremotos acidentes de toda espécie com grandes perdas de vidas e propriedades : mostram que o fim chegou. Testemunhos Seletos, vol. 3, pág. 280.

Daniel 12 : 1
E naquele tempo se levantará Miguel, o grande príncipe, que se levanta a favor dos filhos do teu povo, e haverá um tempo de angústia, qual nunca houve, desde que houve nação até àquele tempo; mas naquele tempo livrar-se-á o teu povo, todo aquele que for achado escrito no livro.

Os juízos de Deus estão sobre a Terra. As destruições pelo fogo e inundações, dizem claramente que o tempo de angústia, que aumentará até o fim, está exatamente sobre as nossas cabeças. Beneficência Social 136

Homens possuídos de demônios :::: tiram a vida a homens, mulheres e crianças. Os homens têm-se enchido de vícios, e espalha-se por toda parte toda espécie de mal. Testemunhos Seletos, vol. 3, pág. 280.

Sofonias 1.17
E angustiarei os homens, que andarão como cegos, porque pecaram contra o SENHOR; e o seu sangue se derramará como pó, e a sua carne será como esterco.

JÓ, 27 : 20 – 22
Pavores se apoderam dele como águas; de noite o arrebata a tempestade.
O vento oriental leva-o, e ele se vai, e varre-o com ímpeto do seu lugar.
E Deus lançará isto sobre ele, e não lhe poupará.

Quão freqüentemente ouvimos de terremotos e furacões, de destruição pelo fogo e inundações, com grandes perdas de vidas e propriedades!
É chegado o tempo em que haverá no mundo tristeza que nenhum bálsamo humano pode curar.DAN. 12 : 1 O Espírito de Deus está sendo retirado. Catástrofes por mar e por terra seguem-se umas às outras em rápida sucessão. Review and Herald, 24 de novembro de 1904. Beneficência Social 136

JÓ, 6 : 8 = Ele prende as águas nas nuvens, e elas não se rasgam com o seu peso
JÓ, 37 : 6 – 12
Porque à neve diz: Cai sobre a terra; como também à garoa e à forte chuva.
ELE SELA AS MÃOS DE TODO O HOMEM, PARA QUE CONHEÇAM TODOS OS HOMENS A SUA OBRA.
Os animais entram nos seus esconderijos e ficam nas suas cavernas. Da recamaras do sul sai o tufão, e do norte o frio.
Também de umidade carrega as grossas nuvens, e esparge as nuvens com a sua luz. Então elas, segundo o seu prudente conselho, se espalham em redor, para que façam tudo quanto lhes ordena sobre a superfície do mundo na terra.

Salmo, 89 : 9 = Tu dominas o ímpeto do mar; quando as suas ondas se levantam, tu as fazes aquietar.

Provébios, 8 : 29 = fixava ao mar o seu termo, para que as águas não traspassassem o seu mando, quando compunha os fundamentos da terra.

O Espírito de Deus está sendo retirado da terra É chegado o tempo em que haverá no mundo tristeza que nenhum bálsamo humano pode curar.
DEUS NÃO MAIS ESTÁ SEGURANDO O MAR PARA QUE NÃO ULTRPASSE O SEU LIMITE !!! Profetas e Reis, pág. 277. Beneficência Social 135

Jeremias, 5 : 22 = Fui eu que pus a areia como limite do mar, um limite permanente que ele nunca pode atravessar. O mar fica bravo, mas não pode avançar; as ondas rugem, mas não podem passar.

O mar já não mais obedece estes limites imposto por Deus, as forças da natureza inteiramente fora do controle do homem.

As calamidades são caprichosos desencadeado de forças da natureza, desorganizadas e desgovernadas, inteiramente fora do controle do homem; mas em todas elas pode ler-se o propósito de Deus. Elas estão entre os instrumentos pelos quais Ele busca despertar a homens e mulheres para que sintam o perigo. Profetas e Reis, pág. 277. Beneficência Social 135

Prepara-te, ó Israel, para te encontrares com o teu Deus. Amós,4:2