segunda-feira, 2 de julho de 2007

OPRESSÃO E SUBURNO


“Verdadeiramente, a opressão faz endoidecer até o sábio, e o suborno corrompe o coração.” Eclesiastes 7:7.

No texto de hoje nós encontramos duas palavras chave: opressão e suborno. Através da história, a opressão e suborno tem sido algo constantemente presente na história do pecado. A serpente no Éden foi quem começou a usar a opressão como uma arma de sucesso. E aparentemente parece que o opressor sai vitorioso. O gol do inimigo era mostrar Deus para Eva como um opressor, que estava tirando vantagem dela. Certamente ao olhar para o mundo em que vivemos, podemos afirmar com certeza que vivemos em uma época de muita opressão. A situação é tão grave hoje, que muitas vezes os próprios cristãos se sentem oprimidos pelo seu estilo de vida religiosa.

No tempo de Salomão a coisa não era muito diferente, e a expressão, “faz endoidecer até o sábio”, nos mostra como o pecado em todas as épocas tem oprimido as criaturas de Deus. Talvez ao ler essa mensagem você possa estar sentindo algum tipo de opressão na sua vida. O verdadeiro significado dessa palavra vai mais além do que o ato de oprimir, humilhar, ou mesmo tirania. A opressão leva as pessoas a um abatimento das forças, a uma prostração das energias, roubando da natureza humana a felicidade que Deus bondosamente nos outorgou. A palavra opressão, traz dentro dela a palavra “pressão” que quer dizer que você está sujeito a uma força maior ou superior. Quando a Bíblia diz que o sábio pode perder o juízo e endoidar, é porque a pressão em abuso se torna uma opressão, e é isso que satanás vem fazendo conosco.

A sutileza dessa arma assusta e mostra como o inimigo usa até mesmo a religiosidade para oprimir. A vida cristã era para ser cheia de gozo e não de opressão. Há pessoas que fazem do Adventismo uma camisa de força, que quando você veste essa camisa, você fica santo. O gozo da vida cristã tem sido roubado do coração dos Filhos de Deus, porque o pecado tem oprimido nossa vida. O curioso é que Salomão diz que o suborno corrompe o coração. Essa declaração tem uma profunda conexão no contexto da vaidade que o sábio vem falando. A corrupção do coração vem pelo engano. Na verdade é isso que o suborno faz na alma humana. Nós fomos criados para ser perfeitos e plenos, mas o pecado vem danificando o nosso caráter, e nossa vida cristã tem sido oprimida, nos levando a viver uma religião falsa, de aparências, sem sentir a alegria da salvação no coração. Essas ações aparentemente cristãs subornam o nosso coração, dizendo a ele que tudo está bem conosco em nossa relação com Deus. O que muitos cristãos tem feito hoje é viver uma vida religiosa para acalmar suas consciências.

Eu diria que o pior engano que existe é aquele que você engana a você mesmo. Você nunca vai ser feliz se você não for autentico com Deus. O antídoto para opressão do pecado é a cruz. O sangue do Filho de Deus derramando pelos nossos pecados, isso sim faz uma grande diferença no modelo de vida que nós vivemos. Não se deixe oprimir pelo pecado, ou mesmo se subornar pelo engano. Venha a Jesus hojee diga a Ele honestamente que você está cansado de enganar a você mesmo. Clame pelo poder para ser puro, autentico, sincero de coração, e você vai achar descanso para sua alma oprimida. A palavra de Deus diz: “Perguntai pelas veredas antigas, qual é o bom caminho; andai por ele e achareis descanso para a vossa alma.” Jeremias 6:16. “Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma.” Mateus 11:29. Jeremias manda perguntar, e Jesus responde por onde passa o caminho da libertação. Não vacile, dobre seu joelho, e clame por essa benção e com certeza você receberá.
O Senhor te abençoe e te guarde; Números 6.24

Dilson Bezerra
Luso-Brazilian SDA Churchnh
Newark, New Jersey - USA.