segunda-feira, 9 de julho de 2007

PESSOAS NASCEM, PESSOAS MORREM, MAS O MUNDO CONTINUA



“Agente gasta a vida trabalhando se esforçando e afinal que vantagem leva em tudo isso? Pessoas nascem, pessoas morrem, mas o mundo continua sempre o mesmo..” Eclesiastes 1:3 e 4
Salomão faz uma pergunta reflexiva se referindo aos valores efêmeros da vida do homem. É interessante como o ser humano no seu cotidiano diário sempre quer levar vantagem. Na nossa ânsia de sobrevivência, nós podemos facilmente estar levando vantagem sobre alguém. Geralmente quando se tira vantagem de algo ou alguém, o engano vem junto. A vida por si própria tem se tornado uma grande competição para ver quem vive melhor, quem é mais esperto, e é neste ponto que todos nós queremos levar vantagem. Salomão pergunta, de que vale a vantagem do homem, se no fim da vida ele passa? Porque lutar com tanta veemência para ter bens materiais, se no fim não poderemos manter eles? O Sábio tanto na pergunta, como na resposta, ele usa dois elementos que não passa, que perdura, pelo menos enquanto o pecado existir, que é o Sol e a Terra.

Eu penso que a mensagem que Salomão quer nos passar, é de que não há vantagem no trabalho, há ponto dele ser a prioridade da nossa vida. Jesus disse: “Não andeis, pois, inquietos, dizendo: Que comeremos ou que beberemos ou com que nos vestiremos? (Porque todas essas coisas os gentios procuram.) Decerto, vosso Pai celestial bem sabe que necessitais de todas essas coisas; Mas buscai primeiro o Reino de Deus, e a sua justiça, e todas essas coisas vos serão acrescentadas. Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal.” Mateus 6:31-34. O Trabalho é benéfico como uma fonte de manutenção, não como a prioridade da nossa vida. Nossa prioridade deve ser buscar a Deus em primeiro lugar. Aliás, essa é a única e verdadeira vantagem da existência humana, pois em Cristo Jesus nos conquistamos o nosso direito de vida eterna.

Na resposta da pergunta, Salomão fala que gerações e gerações tem passado, mas a terra permanece. Sua afirmativa nos lembra de como a natureza humana é perecível e inconsistente, no que se refere a valores eternos. Nossa busca desesperada pelo trabalho, é justificada pelo desejo de conseguir o dinheiro, que nos dá as coisas materiais. A Bíblia não ta falando que sejamos preguiçosos e paremos de trabalhar, mas que o trabalho tem por objetivo suprir a nossas necessidades básicas. O conselho Bíblico é: “Basta a cada dia o seu mal.” A vantagem do homem é trabalhar para Jesus; é buscar o Reino de Deus em primeiro lugar; e então, alcançaremos não so a benção da Justiça de Cristo, mas veremos também as coisas matérias sendo acrescentadas. Que Deus nos ajude colocar Ele em primeiro lugar em nossa vida!

Pense nisso! é Jesus em primeiro lugar em nossa vida!!!