quinta-feira, 6 de março de 2008

O CAMINHO DOS JOVENS


Quando eu era criança, falava como criança, sentia como criança e pensava como criança. Agora que sou adulto, parei de agir como criança.
Lembre do seu Criador enquanto você ainda é jovem, antes que venham os dias maus e cheguem os anos em que você dirá: “Não tenho mais prazer na vida”
Tenha cuidado com o que você pensa, pois a sua vida é dirigida pelos seus pensamentos I cor. 13:11 ecl. 12:1 pr.4:23 ntlh

"sem mim vocês não podem fazer nada. João 15:5.” Nosso crescimento na graça, nossa felicidade, nossa utilidade tudo depende de nossa união com Cristo.

É pela comunhão com Ele, todo dia, toda hora que temos felicidade.

Saúde, verdade e felicidade não podem ser adquiridas sem um conhecimento inteligente, completa obediência à lei de Deus e perfeita fé em Jesus Cristo

A religião de Jesus proporciona abundância de paz. Não extingue o brilho da alegria; não restringe a felicidade, nem tolda a fisionomia radiante e sorridente.

A felicidade que se busca por motivos egoístas, fora do caminho do dever, é volúvel caprichosa e transitória; dissipa-se, deixando n'alma uma sensação de isolamento e pesar.

Sua felicidade, tanto nesta vida como na futura, depende de que fixem a mente em coisas animadoras. E qual é a felicidade do Céu, senão ver a Deus? Que maior alegria poderia sobrevir ao pecador salvo pela graça de Cristo do que contemplar o rosto de Deus.

O Criador escolheu para nossos primeiros pais o ambiente que mais convinha a sua saúde e felicidade. Não os colocou num palácio, nem os rodeou dos adornos e luxos artificiais que tantos lutam hoje em dia por obter. Pô-los em íntimo contato com a natureza Nosso Pai celeste é a fonte de vida, de sabedoria e de felicidade. Contemplai as belas e maravilhosas obras da natureza Devemos prover-se do mais saudável vestuário, é preciso estudar cuidadosamente as necessidades de cada parte do corpo. O clima, o ambiente, as condições da saúde, a idade e as ocupações, tudo deve ser considerado.Uma residência dispendiosa, mobília trabalhada, ostentação, luxo e conforto não proporcionam as condições essenciais a uma vida útil e feliz.
..........................................................................
Multidões buscam em vão a felicidade nas diversões mundanas. Anseiam por alguma coisa que não têm. Gastam o dinheiro naquilo, que não é pão, e o produto do seu trabalho naquilo que não pode satisfazer Cristo, a fonte da vida, é a fonte de paz e felicidade.