quarta-feira, 12 de março de 2008

SINAL DE DEUS


Façam do sábado um dia sagrado, de modo que seja um sinal da aliança que fizemos. O sábado fará com que lembrem que eu sou o Senhor, o Deus de vocês. Ezequiel, 20:20

O Apostolo João em apocalipse, contempla um povo diferente e separado do mundo, que se recusa a adorar a besta ou a sua imagem, que tem sobre si o sinal de Deus, que santifica o Seu sábado - o sétimo dia que deve ser santificado como um memorial do Deus vivo, Criador do Céu e da Terra. “ Em seis dias eu, o Senhor, fiz o céu, a terra, o mar e tudo o que há neles, mas no sétimo dia descansei. Foi por isso que eu, o Senhor abençoei o sábado e o separei para ser um dia santo” êxodo,20:11” Deles escreve o apóstolo: " Esse povo são aqueles que obedecem aos mandamentos de Deus e são fiéis a Jesus - Apoc. 14:12” I João, 2:3-4 Tiago, 2:10

Quando, porém, a observância do domingo for imposta por lei, e o mundo for esclarecido relativamente à obrigação do verdadeiro sábado, quem então transgredir o mandamento de Deus para obedecer a um preceito que não tem maior autoridade que a de Roma, honrará desta maneira a Roma mais do que a Deus. Prestará homenagem a Roma, e ao poder que impõe a instituição que Roma ordenou. Adorará a besta e a sua imagem. Ao rejeitarem os homens a instituição que Deus declarou ser o sinal de Sua autoridade, e honrarem em seu lugar a que Roma escolheu como sinal de sua supremacia, aceitarão, de fato, o sinal de fidelidade para com Roma "o sinal da besta". E somente depois que esta situação esteja assim plenamente exposta perante o povo, e este seja levado a optar entre os mandamentos de Deus e os dos homens é que, então, aqueles que continuam a transgredir o Sábado, hão de receber "o sinal da besta".

No grande conflito entre a fé e a descrença todo o mundo cristão estará envolvido. Todos tomarão partido. Aparentemente, alguns talvez não se engajem de um lado ou outro do conflito. Talvez não pareçam tomar partido contra a verdade, mas não se porão audazmente em campo a favor de Cristo, com receio de perder propriedades ou sofrer opróbrio. Todos esses são incluídos entre os inimigos de Cristo..
A mudança do sábado é um sinal ou marca da autoridade da Igreja Romana. Os que, compreendendo os reclamos do quarto mandamento, preferem observar o falso dia de repouso em lugar do verdadeiro, estão com isso prestando homenagem à única autoridade que o ordena. O sinal da besta é o dia de repouso imposto por Roma, e aceito pelo mundo cristão, em substituição ao dia designado por Deus.

O sinal, ou selo, de Deus é revelado na observância do sábado do sétimo dia - o memorial divino da criação, Êxodo, 20,11 ... A marca da besta é o oposto disso - a observância do primeiro dia da semana.“Domingo“ Dan. 7:25 ...

Deus concedeu aos homens o sábado como sinal entre Ele e eles, como uma prova da fidelidade deles, Ezeq. 20:12 Como sinal da nossa aliança, mandei que eles guardassem o sábado e assim lembrassem que eu, o Senhor os separo para que se dediquem somente a mim.. Os que, na grande crise que está perante nós, depois de receberem iluminação no tocante à lei de Deus, prosseguem desobedecendo e exaltando as leis humanas acima da de Deus, receberão o sinal da besta.