quinta-feira, 17 de abril de 2008

O PAPA E GEORGE W. BUSH




Bush para papa: o mundo precisa de uma lei moral
O presidente dos EUA, George W. Bush, fará uma cerimônia de boas-vindas regada de elogios e apoio ao papa Bento XVI. O pontífice chegou aos Estados Unidos nesta terça-feira, 15, mas o discurso oficial de boas-vindas acontece na quarta-feira, no que será o último encontro do papa com Bush como presidente. "O presidente Bush vai dizer ao papa que os Estados Unidos e o mundo precisam ouvir sua mensagem, que Deus é amor, que a vida é uma e sagrada e que todos devemos ser guiados por uma lei moral comum", afirmou a porta-voz da Casa Branca, Dana Perino. "Em seu discurso de boas-vindas na Casa Branca, o presidente dirá que os corações do povo americano estão abertos à sua mensagem de esperança", continuou a porta-voz.
Em tempo: deu no site da BBC Brasil: "O presidente americano, George W. Bush, mostrou uma deferência inédita ao papa ao recebê-lo pessoalmente na base militar Andrews, no Estado de Maryland, onde o avião de Bento 16 pousou. Ao longo de todo seu mandato, Bush não foi receber nenhum outro dignatário internacional em suas chegadas aos Estados Unidos."

Nota do Diário da Profecia: Mais explícito impossível: "status de líder mundial", "objetivo prioritário", "algo a nos dizer", "líder moral"... A expectativa é de se falar na Lei Moral de Deus como solução, não somente para os católicos, mas para a ONU e para o mundo. Não haveria problema se essa fosse a Lei de Êxodo 20, não a do catecismo. A profecia nos adverte sobre como isso se dará, senão agora, em futuro próximo. Aos mais céticos, a discussão em torno do domingo com problemas reais que afligem o globo é questão de tempo. Tudo leva a crer que com os holofotes à sua disposição no mundo inteiro, por ocasião de sua visita aos EUA, e a manifestação em um órgão internacionalmente aceito, a oportunidade de falar do tema não será perdida. Aguardemos como eventualmente poderá se dar a consumação do "desafio".
............................
Há uma pespequitiva muito acentuada, para a consumação dos acontecimentos finais.....

Os Estados Unidos Aprovarão uma Lei Dominical, esta Nação renunciar os princípios de seu governo de tal forma que vote uma lei dominical, nesse próprio ato o protestantismo dará a mão ao papado. Testemunhos Seletos, vol. 2, Os protestantes lançarão toda a sua influência e poder ao lado do papado. Por um ato nacional impondo o falso sábado, eles darão vida e vigor à corrompida fé de Roma, avivando sua tirania e opressão da consciência. Maranata (Meditações Matinais, 1977), pág. 179. Eventos Finais pág. 128
O papa receberá homenagem pela honra prestada à instituição do Domingo, que repousa unicamente na autoridade da Igreja de Roma. A sagacidade e astúcia da Igreja de Roma são surpreendentes, ela sabe ler o futuro, aguarda o seu tempo, vendo que as Igrejas protestantes lhe estão prestando homenagem com o aceitar o falso Sábado ( Domingo ) e se prepara para impô-lo pêlos mesmos meios que usou no passado, e os meios que ela usou no passado, foi a força do poder civil. O decreto Dominical completará a cura da ferida.(Apocalipse :13:3)

O movimento para impor a observância do Domingo, está rapidamente ganhando terreno. Algumas das organizações protestantes que já propuseram ou estão propondo uma legislação dominical, de caráter civil nos Estados Unidos são:

¨ National Reformassciation ( Associação Nacional de Reforma )
¨ Internacional Reform Bureau ( Associação internacional de Reforma )
¨ Lord’s Day Alliance Of Christ In América (Aliança Cristã do Dia do Senhor na América)
Algumas entidades Independentes também , como :
¨ Crhistian Coalition ( Colizão Cristã )
¨ And focus on the Family ( Focalizando a Família ), etc.

Fontes:
Livro Profecias do fim
Cap. Segunda Besta de APC.13
Testemunhos Seletos, vol. 2,
Eventos Finais pág. 128